Data: 22/11/2021 10:15 - Alterado em: 26/11/2021 17:23 / Autor: Redação / Fonte: Assessoria

Thiago Auricchio apresenta Código Paulista de Defesa da Mulher

Cada participante recebeu um manual do Código Paulista de Defesa da Mulher, que conta com os principais pontos do projeto


Thiago Auricchio apresenta Código Paulista de Defesa da Mulher
Thiago Auricchio apresenta Código Paulista de Defesa da Mulher

Crédito: Divulgação

Em grande evento que reuniu mais de 700 pessoas em São Caetano, o deputado estadual Thiago Auricchio (PL) apresentou, na última quinta-feira (25), o Código Paulista de Defesa da Mulher. 

“A pandemia trouxe diversos impactos sociais e infelizmente, entre eles, o aumento do número de casos de violência doméstica. Esse período me fez buscar e entender quais leis estavam em vigor no Estado que tratavam sobre os direitos da mulher. Identifiquei 65 normas em vigor há mais de cinco décadas que mal conhecíamos, assim elas não tinham eficácia”, explica o parlamentar. 

Durante o evento, que contou com a presença de prefeito de São Caetano, Tite Campanella, do presidente da Câmara de São Caetano, Pio Mielo, e diversas autoridades, entre vereadoras, vereadores, Thiago Auricchio detalhou um pouco mais sobre o seu projeto. 

“No momento que a sociedade passa por dificuldades, é nosso dever como gestor público agir. Não podemos assistir passivamente que uma em cada quatro mulheres no Brasil sofram violência. O Código surge em um momento importante”, detalha Thiago Auricchio. 

Ao final do evento, cada participante recebeu um manual do Código Paulista de Defesa da Mulher, que conta com os principais pontos do projeto. A cartilha conta com QR Codes espalhadas pelas páginas que levam o leitor a cópia integral do projeto. 

“O nosso maior desafio agora é levar essa cartilha é esse Código para todo o Estado. Não é um Código do Thiago, é um Código de São Paulo. Torço para que ele seja levado para todo o Brasil e para que um dia a gente tenha o Código Nacional da Mulher Brasileira, assim como temos a CLT”, conclui o parlamentar.

Crédito: Divulgação

Comente aqui