Data: 16/04/2013 12:39 / Autor: Mayra Monteiro / Fonte: PMSCS

São Caetano troca experiências com países sobre pessoas com deficiência

Participaram de evento sobre Deficiência e Desenvolvimento no Sheraton e receberam visita de Vilma Mercedes de El Salvador que conheceu a Fundação Anne Sullivan


Vilma conhece as instalações da Fundação Anne Sullivan
Vilma conhece as instalações da Fundação Anne Sullivan

Crédito: Robson de Almeida/PMSCS

 

Na última semana, a Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência ou Mobilidade Reduzida de São Caetano do Sul participou de importantes encontros com profissionais de outros países, com objetivo de trocar experiências e trazer avanços para a cidade no que diz respeito à vida dos deficientes. Nos dias 11 e 12 de abril, integrantes da pasta prestigiaram a Consulta Regional sobre Deficiência e Desenvolvimento, no Hotel Sheraton, na capital paulista.

O evento, organizado pelo Ministério da Saúde e pelo Governo do Estado de São Paulo, teve apoio da Organização Mundial da Saúde, do Banco Mundial, da Organização Pan Americana de Saúde, da Rede Latino Americana de Organizações Não-Governamentais de Pessoas com Deficiência e suas Famílias, e contou com a presença de órgãos governamentais e enviados da sociedade civil do continente americano. As deliberações do encontro servirão como recomendações à Reunião de Alto Nível sobre Deficiência e Desenvolvimento da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas, que será realizada em setembro, em Nova Iorque.

Na ocasião, a comitiva sancaetanense mostrou o anseio em atender a população deficiente com mais de 18 anos de idade, uma vez que a continuação educacional a esse público muitas vezes deixa a desejar. “É uma necessidade discutir esse tema, pois questões burocráticas impedem que essa faixa etária tenha um atendimento escolar específico”, pontuou Melanie Naum, representante da Secretaria Municipal na Consulta.

Visita – Na sexta-feira (12/04), em decorrência do evento na capital, Vilma Mercedes Zaldaña de Chiquillo, do Conselho Nacional de Atenção Integral à Pessoa com Deficiência de El Salvador, fez questão de conhecer as instalações da Fundação Anne Sullivan, localizada no Bairro Santa Maria, em São Caetano. Recepcionada pela equipe pedagógica, a salvadorenha percorreu a escola e trocou informações com os professores do município. “É preciso mudar o pensamento e dar total assistência às crianças com deficiência. Aproveitando a capacidade e a energia, é possível desenvolver as habilidades desses alunos e oferecer algum tipo de educação profissional a eles.”

Segundo Vilma, as condições de estudos em El Salvador são difíceis e, por conta disso, o papel da família é ainda mais importante na evolução dos deficientes. Para ela, a Fundação Anne Sullivan tem nível de atendimento bem superior aos locais encontrados no país centro-americano. “Sou mãe e tenho um filho com deficiência intelectual. Sempre sonhei com um espaço onde pudesse encontrar todos os serviços integrados e, por isso, estou encantada com a estrutura que acabo de ver”, afirmou. “Essa escola é uma referência internacional e nós vamos trabalhar ainda mais para que continue sendo um orgulho para nossa cidade”, encerrou Thiago Tortorello, secretário municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

Direitos da pessoa com deficiência foi tema de encontro internacional
Direitos da pessoa com deficiência foi tema de encontro internacional

Crédito: Eric Romero/PMSCS

Comente aqui