Data: 18/05/2021 17:16 / Autor: Gisele Lopes / Fonte: PMSCS

São Caetano realiza atividades de conscientização sobre a Luta Antimanicomial

Até o dia 27/5, os pacientes poderão participar de palestras, rodas de conversa, dinâmicas


Prefeitura de São Caetano realiza atividades de conscientização sobre a Luta Antimanicomial
Prefeitura de São Caetano realiza atividades de conscientização sobre a Luta Antimanicomial

Crédito: Eric Romero / PMSCS

A Secretaria de Saúde, da Prefeitura de São Caetano do Sul, realizou nesta terça-feira (18/5), no Caps (Centro de Atenção Psicossocial) Ruy Penteado, evento alusivo à data de conscientização sobre a Luta Antimanicomial. As atividades realizadas, hoje e ao longo da semana, no Caps AD, são exclusivas para pacientes e envolvem palestras, rodas de conversa e oficinas para marcar a luta pelos direitos das pessoas com sofrimento mental.

O Movimento da Reforma Psiquiátrica se iniciou no final da década de 1970, com o objetivo de acabar com os manicômios. Desde então, teve início o projeto de reforma psiquiátrica no Brasil, para que o paciente tivesse condições de fortalecer seus vínculos familiares e sociais, sem ser isolado da sociedade.

Na década de 1990, o tratamento hospitalar foi substituído por atendimentos comunitários e uma rede de atenção à Saúde Mental e chegou com a criação do SUS (Sistema Único de Saúde). “Os serviços do Caps são fundamentais para a promoção de um tratamento que substitui a internação pela autonomia do paciente”, explicou a secretária de Saúde, Regina Maura Zetone.

Nossos Caps têm papel fundamental na rede de Saúde Mental, atuando no cuidado com o sofrimento humano e na prevenção, com a escuta e acolhimento que trazem aos nossos assistidos um tratamento digno e sem preconceitos ou privação de liberdade”, afirmou o prefeito Tite Campanella.

No Caps Ruy Penteado, os pacientes foram recepcionados com café da manhã, participaram de uma roda de conversa sobre o movimento da Luta Antimanicomial e, em seguida, participaram de dança circular, almoço, atividades com terapias alternativas e oficina de mandalas.

Já no Caps AD houve exibição do filme Nise e palestra sobre Reforma Psiquiátrica. Até o dia 27/5, os pacientes poderão participar de palestras, rodas de conversa, dinâmicas e ensaio fotográfico.

Crédito: Eric Romero / PMSCS

Comente aqui