Data: 06/11/2019 17:00 / Autor: Suzel Tunes / Fonte: PMSCS

São Caetano implanta Almoço na Escola e Nutre&Ação em mais uma escola

Desde setembro, as escolas de meio período do Ensino Fundamental de São Caetano passaram a oferecer almoço para os alunos, além da merenda já fornecida no período de estudo


Secretário de Educação Fabricio Coutinho, vereadora Magali, Rose Fiorotti (responsável pelo Setor de Alimentação Escolar) e prefeito José Auricchio Jr. com funcionários da EMEFM Arquiteto Oscar Niemeyer.
Secretário de Educação Fabricio Coutinho, vereadora Magali, Rose Fiorotti (responsável pelo Setor de Alimentação Escolar) e prefeito José Auricchio Jr. com funcionários da EMEFM Arquiteto Oscar Niemeyer.

Crédito: Letícia Teixeira/PMSCS

Nesta quarta-feira (6/11), a Escola Municipal de Ensino Fundamental e Médio Arquiteto Oscar Niemeyer recebeu os kits informativos do programa de alimentação saudável Nutre&Ação, implantado pela Prefeitura de São Caetano do Sul em toda a rede municipal. O prefeito José Auricchio Júnior visitou a unidade de ensino e também lançou oficialmente o programa Almoço na Escola, voltado às escolas de Ensino Fundamental de meio período.  “Já estamos fornecendo cerca de 12 mil refeições por dia no Ensino Fundamental”, disse o chefe do Executivo.

Desde setembro, as escolas de meio período do Ensino Fundamental de São Caetano passaram a oferecer almoço para os alunos, além da merenda já fornecida no período de estudo. Quem estuda de manhã pode ficar para o almoço após as aulas, e quem estuda à tarde pode chegar mais cedo e almoçar antes de ir para a sala.

Para participar do Almoço na Escola, os pais devem fazer a adesão ao programa diretamente na escola em que a criança está matriculada. E, por meio do Whatsapp (11) 98853-2348, podem acompanhar semanalmente o cardápio oferecido.

“Entre 60% a 90% dos alunos das escolas atendidas já aderiram ao programa”, informa o prefeito Auricchio. “Além de contribuir para a alimentação saudável e a prevenção da obesidade (juntamente com o programa Nutre&Ação, que se destina à educação alimentar das famílias), o Almoço na Escola representa um apoio ao orçamento e até à logística familiar”, explica Auricchio.

“A questão do almoço era um fator limitador à realização de atividades no contraturno”, complementa o diretor da Oscar Niemeyer, professor Edgar Casado. “Agora, os alunos podem almoçar na escola após as aulas e já ficar para o período da tarde, para atividades extracurriculares. A escola passa a atuar quase como uma unidade de período integral.”

Comente aqui