Data: 18/09/2019 11:41 / Autor: Mark Ribeiro / Fonte: PMSCS

Ranking aponta Educação de São Caetano como a melhor do Brasil

São Caetano do Sul é destaque no Connected Smart Cities 2019, ranking que mapeou o Brasil considerando os setores estruturantes para o desenvolvimento de cidades inteligentes


Entrega Kits Nutre Ação EMEF Oswaldo Samuel Massei - agosto/2019
Entrega Kits Nutre Ação EMEF Oswaldo Samuel Massei - agosto/2019

Crédito: Letícia Teixeira / PMSCS

O município conquistou três troféus: os de primeiro lugar em Educação e na faixa populacional de cidades entre 100 mil e 500 mil habitantes (este resultado das ações desenvolvidas em diversas áreas); e o da quinta colocação no ranking geral, entre todos os municípios brasileiros – Campinas foi a melhor classificada.

A premiação foi realizada terça-feira (17/9), em São Paulo, reunindo prefeitos, empresários e especialistas nacionais e internacionais. Mais importante iniciativa de cidades inteligentes do Brasil, o Connected Smart Cities é realizado pela Urban Systems, em parceria com a Sator e o apoio da Revista Exame. Além dos três troféus, São Caetano alcançou o 4º lugar em Saúde e em Economia.

Educação Tecnológica, com parceria com o Google para práticas pedagógicas e o uso de recursos digitais em sala de aula; pacote de obras de revitalização das escolas; vagas asseguradas a todas as crianças e jovens; e programa inovadores (como o Almoço na Escola) exemplificam o compromisso da Prefeitura com o setor.

O prefeito José Auricchio Júnior destaca a constante busca pela excelência dos serviços públicos. “Pensamos a cidade não só para o presente, mas, principalmente, para o futuro. Esta é a garantia de que as novas gerações terão condições de morar em um lugar ainda melhor, superando os desafios e aprimorando cada vez mais a solidariedade, a fraternidade e a igualdade de oportunidades. E o Ranking Connected Smart Cities mostra que estamos no caminho certo”, ressalta o chefe do Executivo, representado no evento pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo, Tecnologia e Inovação, Fernando Trincado.

O estudo aponta que São Caetano avançou em praticamente 100% dos indicadores de Educação, com números superiores aos de grandes cidades brasileiras, destacando-se: IDEB (anos finais rede pública): 6,2; Taxa de Abandono do Ensino Médio Público de apenas 1,8%; Média ENEM:  586,1; 98,8% dos docentes do ensino médico público possuem formação superior; média de 27,1 alunos por turma (9º ano rede pública) e despesas pagas com Educação de R$ 2.792,00 por habitante.

Em Saúde, a cidade também apresenta indicadores elevados, sendo 5,11 leitos por mil habitantes; cobertura populacional da Equipe de Saúde da Família: 63%; despesas pagas com Saúde: R$ 1.983 por habitante; e seis óbitos / mil nascidos vivos.

Já relacionado ao eixo Economia, 94% dos empregos na cidade estão no setor privado; o município conta com 1,02 empregos formais por habitante relacionado à PEA (População Economicamente Ativa); crescimento de 3,41% das empresas e de 2,08% de empregos; e 58,4% da receita municipal não é oriunda de repasses.

METODOLOGIA

Para a versão deste ano, o ranking incorporou conceitos e novos indicadores baseados na ISO 37122 (Sustainable Cities And Communities – Indicators For Smart Cities), mantendo-se como a melhor referência para comparação e análise de cidades inteligentes no Brasil. O resultado é apresentado em quatro frentes: geral, por eixo temático, por região e por faixa populacional.

O ranking é composto por indicadores de 11 eixos: Mobilidade, Urbanismo, Meio Ambiente, Tecnologia e Inovação, Economia, Educação, Saúde, Segurança, Empreendedorismo, Governança e Energia.

“A Plataforma Connected Smart Cities é uma iniciativa que envolve empresas, entidades e governos e tem por missão encontrar o DNA de inovação para cidades mais inteligentes e conectadas, sejam elas pequenas ou megacidades”, comenta a idealizadora da plataforma e diretora executiva da Sator, Paula Faria.

Comente aqui