Data: 16/08/2019 09:55 / Autor: Redação / Fonte: assessoria

Projeto incentiva a implantação de jardins verticais em São Caetano

Projeto de lei que tramita na Câmara Municipal incentiva a implantação dos painéis de vegetação


imagem ilustrativa
imagem ilustrativa

Crédito: Depositphotos

Os jardins verticais, responsáveis por mudar a paisagem de um dos locais mais cinzas de São Paulo, o Minhocão, podem passar a fazer parte do cenário de São Caetano do Sul. De autoria do vereador Ubiratan Figueiredo da ONG (PL), um projeto de lei que tramita na Câmara Municipal incentiva a implantação dos painéis de vegetação em edificações como alternativa de compensação ambiental.

A diminuição das áreas verdes nos centros urbanos é uma das consequências da crescente expansão da área urbana, tanto horizontal quanto verticalmente. Porém, as residências estão cada vez menores e essa falta de vegetação traz graves problemas, como as ilhas de calor, interferindo na inversão térmica.

O jardim vertical consiste em uma estrutura que funciona como uma base coberta por uma manta geotêxtil onde são fornecidos regularmente água e nutrientes para a planta, para que as raízes não se espalhem muito.

A proposta inclui os jardins verticais como possíveis compensações, colocados na face externa e interna de edifícios ou muros de vedação de lotes. “O jardim vertical é uma das opções mais eficazes a serem usadas para amenizar a temperatura e contribuir para a melhora da umidade do ar”, explicou Figueiredo.

Ainda segundo o autor, “a proposta pretende criar incentivo para que São Caetano do Sul tenha mais espaços verdes e que nossa população possa usufruir de uma cidade com maior qualificação urbana e paisagística”, completou o parlamentar.

A justificativa da matéria também levanta que, além de embelezar a cidade, os jardins verticais apresentam como vantagem o isolamento térmico, a redução de ruídos externos, a redução da poluição e a melhoria da qualidade do ar.

Comente aqui