Data: 15/06/2022 15:50 / Autor: Redação / Fonte: Secult PMSCS

Peça ensaiada na Estação Cultura participa de festival nacional no Espírito Santo

Espaço cultural de São Caetano é aberto para artistas e estudantes desenvolverem seus trabalhos artísticos


 João Rocha e Weslei Soares na peça ‘Os Malas’
João Rocha e Weslei Soares na peça ‘Os Malas’

Crédito: Divulgação

O grupo Canta Circo e Teatro, dos atores João Rocha e Weslei Soares, estará no próximo dia 21/6 no Espírito Santo, para participar do Festival Nacional de Teatro de Guaçuí. A peça a ser apresentada é “Os Malas”, que estreou em março deste ano e foi toda ensaiada na Estação Cultura, equipamento da Secretaria de Cultura de São Caetano do Sul.

Dois palhaços foram contratados por engano para uma apresentação musical. Um não sabia da existência do outro e, então, iniciam uma enorme confusão entre disputas musicais e habilidades circenses. Este é o espetáculo “Os Malas”, que tem direção de Dudu Oliveira. “Todos os conflitos são musicais”, diz Rocha.

Depois de Guaçuí, a montagem seguirá para Ribeirão Preto, dias 15 e 16 de julho. E volta para São Caetano em 6 de agosto, com sessão no Sesc. A peça é resultado do edital da Lei Aldir Blanc executado em São Caetano, cidade dos artistas e onde já passou por EME Vicente Bastos, Espaço Verde Chico Mendes e Praça dos Imigrantes.

ENSAIOS

“Os Malas” foi totalmente concebida nas salas da Estação Cultura, que fica no piso superior do Terminal Rodoviário, no Centro. Um espaço gratuito para ensaios foi fundamental para a concretização do projeto. “Ter um local sem precisar pagar nos ajuda demais”, afirma Soares. “E é legal porque é um espaço da cidade sendo usado por artistas da cidade”, completa Rocha.

A oportunidade é tão valiosa que o Canta Circo e Teatro já está ensaiando uma nova peça no local, com previsão de estreia para o último trimestre do ano. “Ainda não tem título, mas será o encontro dos palhaços Benjamim e Piolim, dois importantes nomes nacionais, que não tiveram esse encontro nos palcos”, explica Oliveira. Essa montagem tem parceria com a paulistana Cínica Cia de Teatro e é realizada por meio do Proac-SP.

Sem espaço para ensaios durante a pandemia, a peça anterior do grupo, intitulada “Quixote em Construção”, foi toda preparada dentro de casa. “É um espetáculo de garagem”, brincam os atores. Detalhe: essa peça ganhou nove prêmios no Festival de Guaçuí em 2021 (melhor espetáculo, direção, figurino, ator coadjuvante, maquiagem, trilha sonora, música original, cenário e dramaturgia).

ESTAÇÃO ABERTA

A Estação Cultura é um equipamento público, gerido pela Secretaria Municipal de Cultura, que conta com salas de estudo, acervo de livros, auditório, estúdio para gravações e uma grande área externa. “Este espaço é da cidade e tem de ser ocupado pelos artistas, estudantes e todos interessados em artes. Estamos de braços abertos para recebê-los”, afirma o coordenador Douglas Bunder.

Os espaços são emprestados gratuitamente para moradores de São Caetano, mediante agendamento. Informações podem ser obtidas pelo telefone 4233-7607. O endereço é Rua Serafim Constantino, s/nº, no piso superior do Terminal Rodoviário, Centro, São Caetano do Sul.

Comente aqui