Data: 16/04/2013 19:02 / Autor: Paula Caetano / Fonte: PMSCS

Mais um fim de semana repleto de cultura em São Caetano

Aula-aberta, exposição, encontro, arte, música para vários gostos, esportes radicais, um sem número de cultura


Concertos da Temporada da Orquestra Filarmônica
Concertos da Temporada da Orquestra Filarmônica

Crédito: Ana Paula Lazari

No último fim de semana, a Secretaria Municipal de Cultura da Prefeitura de São Caetano do Sul levou uma série de atrações a pontos diferentes da cidade. Não faltou música, teatro, exposição, skate, grafite e muitas atrações para o público que compareceu em peso e prestigiou todas as atrações oferecidas.

O sábado começou com uma aula aberta no Atende Fácil (Rua Major Carlos Del Prete, 651 – Centro), oferecida pelos artistas Edir Escarião, Mari Stela Mangabeira e Samuka de Sousa. Eles têm obras expostas na mostra Da República para São Caetano, que vai ficar no Espaço Cultural do Atende Fácil até o próximo dia 20/4 (sábado), com visitação gratuita e livre.

O projeto foi realizado pela Secretaria Municipal de Cultura em parceria com a Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura da cidade. Os alunos inscritos produziram trabalhos que, ao final da aula – oferecida das 9h às 11h -, foram expostos junto com as obras dos artistas. Quem não se inscreveu como aluno, pôde participar como ouvinte.

A partir das 10h, também teve aula na Pinacoteca Municipal (Avenida Dr. Augusto de Toledo, 255 – Bairro Santa Paula). Na verdade, é um encontro entre professores do ensino infantil, fundamental e médio que trata sobre a obra de Anita Malfatti e que terá continuação nos próximos sábados, dias 20 e 27 de abril, sempre das 10h às 13h.

A série de palestras proposta visa à discussão da arte-educação por meio da exposição ANITA- Gravadora, que ficará exposta na Pinacoteca até 15 de junho. Quem ministra as aulas é a professora Dra. Elly Rozo Ferrari, coordenadora dos programas educativos do Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo (IEB-USP) e curadora da mostra.

À noite teve música no Teatro Paulo Machado de Carvalho (Alameda Conde de Porto Alegre, 840 – Bairro Santa Maria). A Orquestra Filarmônica de São Caetano do Sul deu continuidade à temporada de concertos 2013, em uma apresentação que tinha no programa: Bachianas Brasileiras nº 7, de H. Villa-Lobos; Concerto para violão e pequena orquestra, de H. Villa-Lobos, com o solista Fábio Zanon e A Retirada da Laguna, de C. Guerra-Peixe. O regente titular é o maestro Sérgio Assumpção.

O domingo também começou com música, mas, dessa vez, era o som do hip hop que embalava as manobras dos skatistas no Estação Jovem, durante o 1º Cultura Urbana Radical. O evento teve início às 12h e contou com apresentação do grupo de hip-hop Up Trix e da equipe de grafite Sanca Crew (Cultura Urbana).

Trazendo uma competição de skate street diferente, os competidores se apresentaram em um circuito montado por skatistas profissionais, formado por três obstáculos que possibilitaram grandes manobras dos participantes, como manobras de solo, manobras no banco e em uma mesa manual. Uma equipe técnica de monitoramento e organização com locutor, juízes, fiscais de pista e coordenadores de nota deram dinâmica e competitividade à ação.

Mais tarde, a partir das 14h, o Arte na Praça levou duas bandas ao Espaço Verde Chico Mendes (Av. Fernando Simonsen, 566 – Bairro São José). Se apresentaram os grupos Decrux e Up4.

A banda Decrux, formada por Thiago Guidotti (vocal), Vitinho Santana (guitarra/violão), Gabriel Navarro (guitarra), Ton Silva (contrabaixo) e Bruno Esteves (bateria), trouxe em seu repertório "Mim Quer Tocar", do Ultraje à Rigor, e "Não Vá Embora", de Marisa Monte, além de músicas inéditas.

A Up4, composta por Gabriela Bottini (voz), Vitor Voni (guitarra), Pedro Bienemann (baixo e vocais) e Bruno Bertassoli (bateria) tem o rock como alternativa e passeou por melodias calmas e bem colocadas e também por guitarras pesadas e levadas de bateria cheias de atitude.

Encerrando o fim de semana de atrações em grande estilo, houve mais um concerto da Orquestra no Teatro Paulo Machado. São sempre duas apresentações da Filarmônica por mês. Os Concertos da Temporada abordam o repertório erudito, mas sempre apresentado com comentários e observações que permitam a aproximação do público com o universo sinfônico. As peças fundamentais são executadas e grandes solistas e corais são frequentemente convidados a atuar junto à Filarmônica.

Aula aberta com artistas
Aula aberta com artistas

Crédito: Helber Aggio

Comente aqui