Data: 16/04/2013 12:09 / Autor: Redação / Fonte: PMSCS

João Daniel Tikhomiroff bate papo no Estação Jovem

Por motivos de trabalho, o diretor João Daniel Tikhomiroff não conseguirá comparecer; veja ao final nota de esclarecimento


Filme Besouro
Filme Besouro

No próximo dia 24/4 (quarta-feira), o Estação Jovem (Rua Serafim Constantino, s/ nº - Centro – Piso superior do módulo II do Terminal Rodoviário Nicolau Delic) exibe o filme Besouro (2009), dentro do projeto Cine Pipoca Brasil, com apoio da Mix Distribuidora. O evento gratuito e de classificação livre terá início às 19h.

A realização é da Secretaria Municipal de Cultura da Prefeitura de São Caetano do Sul e da Coordenadoria Municipal da Juventude (Comjuv). Logo após a exibição do filme, haverá bate papo com o diretor João Daniel Tikhomiroff.

Sinopse – O filme se passa na Bahia, década de 20. No interior, os negros continuavam sendo tratados como escravos, apesar da abolição da escravatura ter ocorrido décadas antes. Entre eles está Manoel (Aílton Carmo), que quando criança foi apresentado à capoeira pelo Mestre Alípio (Macalé). O tutor tentou ensiná-lo não apenas os golpes da capoeira, mas também as virtudes da concentração e da justiça. A escolha pelo nome Besouro foi devido à identificação que Manoel teve com o inseto, que, segundo suas características, não deveria voar. Ao crescer, Besouro recebe a função de defender seu povo, combatendo a opressão e o preconceito existentes.

Mais informações no Estação Jovem, pelo telefone 4226-5518.

Nota de Esclarecimento:


Por motivos de trabalho, o diretor João Daniel Tikhomiroff não conseguirá comparecer. Ele, que está nos ensaios finais com o elenco de uma série de TV que está dirigindo, deixou uma mensagem ao público do Cine Pipoca Brasil: “Procurei contar uma história de um grande personagem, Besouro. Me encantei com sua luta, sua determinação, sua ética e seus mistérios. Transitando entre a fantasia e a realidade, baseado em fatos reais, busquei uma forma de contar como uma fábula, que fosse original, ousada e respeitosa. Sem preconceitos, espero que o público faça como eu: que voe nas asas do Besouro! “, informa o diretor.


Comente aqui