Data: 10/10/2019 14:03 / Autor: Redação / Fonte: assessoria

Jander cobra do Secretário da Educação a internet no Alcina

“Não é de hoje que a internet não funciona no Alcina”, afirma o vereador e professor da escola, Jander Lira


Vereador Professor Jander Lira
Vereador Professor Jander Lira

Crédito: divulgação

Atualmente a internet é um recurso indispensável na vida cotidiana, já que a grande maioria dos serviços hoje prestados, tanto por empresas, como pelo poder público, são baseados na rede mundial de computadores. Na Educação, seu papel é mais ainda predominante, para pesquisas, consultas, intercâmbio de informações, troca de mensagens etc, e muito particularmente para essa geração digital que hoje senta nas cadeiras escolares.

Entretanto, não parece ser uma preocupação da atual Secretaria de Educação, pois a maior e mais tradicional escola da cidade de São Caetano do Sul, a EME Profª Alcina Dantas Feijão, sofre com a falta de conexão. Seus alunos e professores, inclusive, estão muitas vezes utilizando seus celulares e sua conexão de dados, para desenvolver as atividades educacionais.

“Não é de hoje que a internet não funciona no Alcina”, afirma o vereador e professor da escola, Jander Lira. “A fibra ótica até chegou na escola, mas nunca foi disponibilizada a conexão wi-fi de forma prática para os alunos e professores”, afirma o vereador.

“Nesse ano a Prefeitura tinha um orçamento de mais de 15 milhões para a informatização das escolas, e até agora não temos nem internet, muito menos laboratórios”, completou Jander, que desde que assumiu a cadeira de vereador cobra insistentemente a atualização dos equipamentos nos cinco laboratórios da escola.

“Até um ano atrás ainda havia computadores da época do disquete, totalmente inúteis nos dias atuais. Hoje a escola conta com 3 laboratórios equipados com poucos computadores remanufaturados, onde normalmente ficam 2 a 3 alunos por máquina, numa situação totalmente anti-educacional”, declara o professor.

“Se não fosse a APM pagando uma internet de baixa velocidade para a área administrativa, a escola já estaria na escuridão da informação, pois estaria isolada da rede mundial de computadores”, esclarece o professor Jander, que estranhou ainda que a escola ficou de fora da lista das novas subvenções que a Prefeitura fez neste mês. O Vereador Professor Jander Lira complementa: “Estamos sem computadores, agora sem internet, o que vai acabar mais para frente? A energia elétrica, a água, o giz?”

Comente aqui