Data: 23/07/2015 18:40 / Autor: Redação / Fonte: Fundação Pró-Memória

Fundação Pró-Memória lança edição 51 da revista Raízes com casa cheia

Mais de 140 pessoas estiveram presentes no lançamento da edição 51 da revista Raízes, lançada ontem (22/7), no Teatro Santos Dumont, pela Fundação Pró-Memória de São Caetano do Sul


Público presente no lançamento da edição 51 da revista Raízes, no Teatro Santos Dumont
Público presente no lançamento da edição 51 da revista Raízes, no Teatro Santos Dumont

Crédito: Antonio Reginaldo Canhoni/FPMSCS

O prefeito municipal, Paulo Pinheiro, participou da celebração, ao lado da primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Graça Pinheiro, de secretários, vereadores e demais autoridades.

O começo do evento foi marcado pela apresentação do coral da Associação Desportiva Classista General Motors, regido pelo maestro Alexander Pereira, do qual Odair Vituri, personagem de uma das matérias desta edição, é integrante.

Os discursos foram iniciados por Sonia Xavier, presidente da Fundação Pró-Memória, que ressaltou o apoio da população e da administração local na publicação da revista. “Nesta edição, nos encantamos com a criatividade, com o trabalho importante realizado no campo das artes plásticas no município e com a quantidade de artistas que levam o nome de São Caetano para outras regiões e países.”

O secretário municipal de Cultura, Jander Cavalcanti de Lira, subiu ao placo representando todo o secretariado e afirmou que “Raízes tem esse papel de resgatar, valorizar e perpetuar a memória daqueles que nos entregaram uma São Caetano rica, plural e generosa. Este é um momento único, para pensarmos no futuro, na cidade que queremos deixar para nossos filhos e netos”.

O vereador Roberto Xavier, que representou o legislativo, destacou “o esmero com a revista é produzida e o carinho com que a cidade é retratada, sendo Raízes, hoje em dia, a mais importante fonte de pesquisa para estudantes e pessoas interessadas pelo passado de nossa cidade. Esta é uma fonte de amor por São Caetano”.

O prefeito municipal, Paulo Pinheiro, foi o último a subir ao palco. “São Caetano é uma cidade jovem, mas rica em história. Graças a Raízes, a população pode saber, ler sobre o seu passado e pensar no futuro.” E completou: “Esta é uma cidade com calor humano, fraterna, na qual a população cobra melhorias dos serviços, pois este é um povo responsável”.

Após entrega de exemplares especiais no palco, entre eles o de Rafael Murió, pintor que nasceu em São Caetano e levou o nome da cidade para vários países, inclusive tendo realizado exposição em Paris (França), que representou todos os homenageados desta edição, o público pôde retirar seu exemplar no saguão do teatro.

A distribuição de Raízes é gratuita e continua na sede da Fundação Pró-Memória (Av. Dr. Augusto de Toledo, n° 255, Bairro Santa Paula), de segunda a sexta, das 8h às 18h. 

Comente aqui