Data: 16/01/2020 15:49 / Autor: Bignardi Junior / Fonte: PMSCS

Construção do Centro de Ginástica Artística e Rítmica entra na reta final

Em São Caetano, obra deverá ser entregue no final de junho


Construção do Centro de Excelência de Ginástica Artística e Rítmica de São Caetano entra em sua reta final
Construção do Centro de Excelência de Ginástica Artística e Rítmica de São Caetano entra em sua reta final

Crédito: Letícia Teixeira / PMSCS

O sonho está prestes a se concretizar. É esse o sentimento dos amantes da ginástica ao ver o dia a dia da construção do Centro de Excelência de Ginástica Artística e Rítmica de São Caetano, na Avenida Presidente Kennedy, no Bairro Boa Vista. Segundo engenheiros da Seohab (Secretaria de Obras e Habitação), a obra deverá ser entregue no final de junho, já que 67% está concluída, restando basicamente as estruturas metálicas e fechamentos de tetos, paredes e acabamentos.

O Centro de Excelência de Ginástica, um desejo antigo do esporte são-caetanense, tem 4.000 metros quadrados, subdivididos em dois pavimentos. O térreo será voltado à Ginástica Artística (GA), que tem como grande ícone Arthur Zanetti, medalha de ouro em Londres-2012 e prata no Rio-2016. O segundo pavimento é destinado à Ginástica Rítmica (GR), modalidade na qual São Caetano tem se destacado com conquistas nacionais e continentais.

O Centro de Excelência está equipado com salas de apoio, auditório para 40 pessoas, sauna, administração e academia, entre outros espaços multiusos, além de arquibancadas para até 260 pessoas. A obra teve um investimento de R$ 8.986.862:  80% (R$ 7.195.600) do Governo Federal e o restante (R$ 1.791.262) contrapartida do município.

O prefeito José Auricchio Júnior ressaltou o fato de que o Centro de Excelência terá as mesmas funções que o Centro de Treinamento Esportivo Mario Chekin: a utilização do espaço por munícipes. “O Centro de Excelência de Ginástica deve receber mais de 1.000 atletas, entre profissionais e os munícipes inscritos no PEC (Programa Esportivo Comunitário)”, comentou Auricchio.

“Hoje no PEC, por exemplo, são 350 praticantes e com o Centro de Excelência a previsão é de que esse número suba para 500 praticantes na Ginástica Artística. Já na Ginástica Rítmica, este número deve passar de 380 ginastas para 400”, complementou o secretário de Esporte, Lazer e Juventude (SELJ), Beto Vidoski.

Comente aqui