Data: 20/05/2019 19:50 - Alterado em: 22/05/2019 16:55 / Autor: Bignardi Junior / Fonte: PMSCS

Beto Vidoski faz visita técnica ao maior Centro de Lutas da América Latina

Centro de Lutas em São Caetano acolherá atletas praticantes de taekwondo, jiu-jitsu, muay thai, karatê, judô, boxe e kickboxing


Crédito: Junior Camargo / PMSCS

O prefeito em exercício de São Caetano do Sul, Roberto Luiz Vidoski, realizou na tarde desta segunda-feira (20/5) visita técnica ao mais novo e maior Centro de Lutas da América Latina, que será inaugurado no próximo dia 1º de junho, no espaço onde se concentrava a B3 Atletismo, no Bairro São José.

Além do prefeito em exercício, estiveram presentes professores e coordenadores das sete modalidades que serão contempladas no Centro: taekwondo (dos medalhistas do Mundial de Manchester, na Inglaterra), jiu-jitsu, muay thai, karatê, judô, boxe e kickboxing. O complexo, que terá o maior tatame fixo do mundo (cerca de 2.300 m²), com 1.278 blocos de 2m x 1m, receberá mais de 1.200 pessoas, entre atletas e comissões técnicas.

“Será uma alegria muito grande inaugurarmos o maior Centro de Lutas da América Latina, reunindo sete modalidades num único espaço, com o maior tatame fixo do mundo. Está ficando muito bonito e, com certeza, será de muita utilidade a todos os atletas”, ressaltou Vidoski.

As palavras do prefeito em exercício foram corroboradas pelo professor e judoca Ivan Sabino. “Nosso pessoal de alto rendimento continuará na AD São Caetano, onde estamos há mais de 20 anos, totalmente adaptados. No entanto, aqui no Centro de Lutas abriremos um novo núcleo de judô, que é um dos esportes mais procurados, principalmente para as crianças”, anunciou Sabino.

Quem também demonstrou a felicidade de estar no Centro de Lutas foi o coordenador de taekwondo da SELJ (Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude), Marcelo Todaro. “Feliz por este espaço e pelas conquistas dos nossos atletas que medalharam no Mundial de Manchester neste fim de semana (Caroline Santos, Ícaro Miguel e Milena Titonelli). E, tenho certeza, de que eles também ficarão encantados com o Centro de Lutas”, finalizou Todaro.

Crédito: Junior Camargo / PMSCS

Comente aqui