Data: 23/09/2020 10:31 / Autor: Redação / Fonte: ABCdoABC

Auricchio recebe Magali para debater retomada da educação na pandemia

“Os indicadores de saúde precisam nos dar segurança para as aulas presenciais voltarem”, afirma Professora Magali


O retorno da Educação é um dos temas mais importantes do momento em relação à pandemia provocada pelo coronavírus. O pré-candidato a prefeito José Auricchio Júnior realizou um encontro virtual, na noite desta terça-feira (22/09), para debater a retomada das aulas presenciais em São Caetano. Para o painel, foram convidados a educadora Magali Selva Pinto, ex-secretária de Educação do município e pré-candidata a vereadora, e o professor Fabiano João, coordenador do Plano de Governo do PSDB.

Auricchio destacou que a pandemia não acabou e que os cuidados ainda precisam ser observados. “Nesta semana, a cidade apresenta uma subida de casos novos. Todos os cuidados ainda são necessários. E o Governo do Estado dá total autonomia aos municípios para tomada de decisões na Educação”, afirmou.

Professora Magali entende que os indicadores de saúde devem apontar as decisões. “A comunidade escolar precisa estar segura para o retorno”, disse. Já o professor Fabiano, também educador da rede municipal, declarou que o retorno não deve ocorrer em outubro.

A cidade está realizando uma pesquisa, chamada Inquérito Epidemiológico da Educação, com testes e questionário entre alunos e professores. O resultado, nas próximas semanas, deverá dar indicativos sobre as etapas seguintes de retomada das aulas.

VALORIZAÇÃO DO PROFESSOR – Enquanto as aulas presenciais estão suspensas, os estudantes da rede municipal estão participando de aulas on-line. Professora Magali valorizou o trabalho dos professores: “Estão de parabéns todos os professores que vêm se dedicando a construir o conteúdo pedagógico, baseado no currículo municipal, para ser usado nas plataformas digitais. Todo esse processo tem sido liderado com muita eficiência por educadores, gestores, equipe do Cecape, todos muito comprometidos”.

No encerramento, Auricchio falou sobre como a sociedade deve enfrentar esse novo momento. “Precisamos de empatia. Precisamos nos colocar no lugar de todos que estão sofrendo nesse momento, seja em questão de saúde ou mesmo pelas ondas de epidemia social, econômica, psicológica. Temos de ser mais solidários com o outro, e fazer um mundo melhor que o de antes da epidemia. O mundo precisará mais da gente”, disse Auricchio.

Crédito: Reprodução

Comente aqui