Data: 14/11/2019 11:10 / Autor: Mark Ribeiro / Fonte: PMSCS

Auricchio detalha os avanços de São Caetano a farmacêuticos da cidade

Cerca de 70 pessoas acompanharam a prestação de contas, conduzida pelo prefeito José Auricchio Júnior na quarta-feira (13/11), no Palácio da Cerâmica


Auricchio detalha os avanços de São Caetano a farmacêuticos da cidade
Auricchio detalha os avanços de São Caetano a farmacêuticos da cidade

Crédito: Letícia Teixeira / PMSCS

Farmacêuticos e outros profissionais ligados a drogarias, farmácias, distribuidoras, importadoras e transportadoras de medicamentos de São Caetano do Sul estão mais bem informados sobre as diversas ações desenvolvidas pela Prefeitura na cidade. 

Em quase uma hora, entre explanações e esclarecimentos às dúvidas dos participantes, o chefe do Executivo listou dezenas das principais ações realizadas à frente do Palácio da Cerâmica desde 2017. Auricchio atribuiu os avanços (que hoje estão por toda a cidade) ao ajuste fiscal eficiente, iniciado no primeiro ano da gestão.

“Atingimos estabilidade econômica que, se os próximos gestores não fizerem loucuras ou irresponsabilidades, garante o desenvolvimento permanente de São Caetano do Sul pelos próximos 50 anos”, ressaltou o prefeito.

O corte de gastos desnecessários (como a devolução de celulares corporativos e de carros excedentes da frota municipal) possibilitou a retomada da credibilidade junto às instituições financeiras e, consequentemente, da saúde financeira. A Prefeitura terminou 2018 com o maior superávit de sua história: R$ 44 milhões.

Com esta política econômica, o Executivo consegue investir onde a população mais precisa: construção de cinco escolas de Educação Infantil e do Atende Fácil Saúde, transformação do Hospital de Emergências Albert Sabin (incluindo a nova UPA), mais de 190 mil m² de vias recapeadas, retomada e ampliação dos programas sociais, renovação de parques e praças, programas Almoço na Escola e Remédio em Casa, e muito mais.

O processo de organização de gestão, que parte do saneamento das contas públicas, passa pelo planejamento das ações e termina na execução de investimentos, foi elogiado pela consultora Kátia Ribeiro. “São Caetano tem desenvolvimento garantido porque na cidade tudo funciona”, considerou, dando como exemplos o setor de Vigilância em Saúde e o Atende Fácil. “Aqui eu me sinto acolhida. Quisera eu que tivéssemos outras São Caetano no Brasil.”

O diretor do Civisa (Centro Integrado de Vigilância em Saúde) Dr. Oswaldo Cipullo, Danilo Sigolo, e o coordenador da Assistência Farmacêutica da Prefeitura, Eduardo José de Araújo, também participaram.

Comente aqui