Data: 27/07/2015 16:26 / Autor: Redação / Fonte: PMSBC

Turismo industrial de São Bernardo ganha nova empresa parceira

Omnisys, do setor de alta tecnologia, é a nona empresa a participar do programa, que promove visitas monitoradas a fábricas da cidade


A Prefeitura de São Bernardo firmou convênio com a Omnisys Engenharia para o programa de turismo industrial desenvolvido pela Administração. A empresa, fabricante do setor de alta tecnologia, é a nona a integrar a iniciativa, que prevê visitas monitoradas ao interior de fábricas. Lançado em 2013, a cidade recebeu, até julho, cerca de 1,5 mil visitantes, sobretudo universitários de outros Estados, interessados em conhecer o parque industrial local.

As outras oito empresas parceiras são: Wheaton Brasil Vidros, Zurich Termoplásticos, Formag's Gráfica e Editora, Mercedes-Benz do Brasil, Scania Latin America, Volkswagen do Brasil, BASF – We Create Chemistry (Tintas Suvinil e Fundação Espaço Eco) e Friozem Logística.

Para o diretor da Divisão de Turismo da Prefeitura, Fernando Bonísio, a parceria agrega um novo setor produtivo ao programa, a área de Defesa, já que a Omnisys atua no setor de controle de tráfego aéreo e produz radares, sonares para submarinos e satélites. “Temos uma diversificação interessante de empresas, de modo que o visitante possa conhecer a complexidade do parque industrial da cidade”, disse.

O turismo industrial é coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo (SDET). Além de conhecer por dentro as empresas da cidade, os participantes acabam visitando outras atrações de São Bernardo, como a Serra do Mar, a Cidade da Criança, as rotas gastronômicas e o Pavilhão Vera Cruz.

Graças a essas e outras atrações, e ao esforço da Prefeitura para promover o turismo, São Bernardo conquistou o título de Município de Interesse Turístico, concedido pelo governo federal e estágio preliminar para se tornar Estância Turística. Essa última classificação permitiria, por exemplo, obter novas linhas de crédito junto à União

Algumas das ações do poder público municipal para incrementar esse segmento econômico são a revitalização de equipamentos turísticos como a Prainha, Parque Estoril, Cidade da Criança, Chácara Silvestre, Estádio 1º de maio, Pavilhão Vera Cruz e a construção do Museu do Trabalho e Trabalhador. Além disso, também foram criados dois CIT (Centros de Informações Turísticas) e capacitados agentes e atores da cadeia turística.

Tudo isso foi acompanhado pela criação do Arranjo Produtivo Local (APL) de Turismo, instância que reúne representantes do poder público, universidades e empresas e que atua discutindo e formulando políticas de incentivo a setores econômicos específicos, no caso, o turístico.   

Comente aqui