Data: 17/09/2021 17:45 / Autor: Daniel Macário / Fonte: Secom/PMSBC

São Bernardo promove operação para coibir furtos de cabos de energia no Riacho Grande

Com apoio das polícias Civil e Militar, Guarda Municipal realizou a autuação de depósito irregular durante a ação


GCM de São Bernardo promove operação especial para coibir furtos de cabos de energia
GCM de São Bernardo promove operação especial para coibir furtos de cabos de energia

Crédito: Omar Matsumoto/PMSBC

A Guarda Civil Municipal de São Bernardo realizou, nesta sexta-feira (17/09), operação especial no Riacho Grande e nos bairros do Pós-Balsa para coibir roubos e furtos de cabos de energia elétrica, de tampas de aço da rede de esgoto, entre outros materiais. A iniciativa promoveu ainda o combate à receptação de materiais resultantes de práticas criminosas por parte de depósitos de sucata, os chamados ‘ferros-velhos’.

Durante a operação, dois depósitos irregulares foram autuados por fiscais da Secretaria de Meio Ambiente por causar poluição em área de preservação ambiental. A ação contou com o apoio das polícias Civil e Militar, envolvendo cerca de 30 agentes de segurança.

O prefeito Orlando Morando acompanhou o início da operação, na base da Inspetoria da GCM no Riacho Grande, e destacou a importância da ação para a preservação ambiental do município, em especial dos bairros situados às margens da Represa Billings.

Além de ser uma ação importante no combate à violência, levando mais segurança para os moradores do Riacho Grande, esta operação tem uma finalidade de preservação ambiental e combate ao crime de receptação que envolve tanto os criminosos especializados no furto de cabos de energia quanto os depósitos que revendem esses materiais”, destacou o chefe do Executivo.

A operação foi acompanhada ainda pelo vice-prefeito e secretário de Serviços Urbanos, Marcelo Lima, e pelo secretário de Segurança Urbana, Coronel Carlos Alberto, além de representantes da Polícia Militar e Civil.

AUTUAÇÃO – A ação desencadeada pela GCM resultou na aplicação de multa de R$ 5.500 para o proprietário de um depósito irregular, localizado na Estrada Rio Acima, onde agentes ambientes localizaram grande volume de resíduos em local a céu aberto, apresentando risco à saúde humana, o que configura em crime ambiental. O local terá 30 dias para promover as adequações do espaço.

FISCALIZAÇÃO – As áreas de mananciais de São Bernardo são objeto de constante fiscalização por meio do Programa de Fiscalização e Combate ao Desmatamento e Crimes Contra a Fauna e a Flora. A iniciativa trata-se de ação conjunta entre as forças de segurança, habitação e meio ambiente para evitar construções e descartes irregulares, supressão de vegetação, caça e pesca predatória no local.

Comente aqui