Data: 11/10/2019 14:26 / Autor: Carla de Gragnani / Fonte: Secom - PMSBC

São Bernardo lança 2ª etapa da campanha de arrecadação de óleo

Meta é alcançar a marca de 60 mil quilos do produto até o dia 30 de novembro, superando a maior índice de arrecadação do País, hoje pertencente à cidade de Florianópolis


Com rede de coleta ampliada, São Bernardo lança 2ª etapa da campanha de arrecadação de óleo
Com rede de coleta ampliada, São Bernardo lança 2ª etapa da campanha de arrecadação de óleo
Com rede de coleta ampliada, São Bernardo lança 2ª etapa da campanha de arrecadação de óleo

Crédito: Omar Matsumoto/PMSBC

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, lançou nesta sexta-feira (11/10), em evento realizado no Centro de Formação dos Profissionais de Educação (Cenforpe), a 2ª fase da campanha da coleta de óleo de cozinha usado, denominada Eco Óleo. Realizada em parceria com o Instituto Triângulo, a ação tem como meta alcançar a marca de 60 mil quilos do produto até o dia 30 de novembro, superando o maior índice de arrecadação do País, hoje pertencente à cidade de Florianópolis (SC). O objetivo é reduzir o despejo irregular de óleo na rede de esgoto, ajudando a preservar os recursos naturais da cidade.

Para alcançar esta meta, serão mais de 300 pontos de coleta espalhados pelo município, envolvendo escolas municipais, estaduais, entidades filantrópicas, comércios e empresas parceiras. Desde o início do ano, o município já arrecadou cerca de 40 mil quilos do produto, dando destinação correta para o produto, considerado altamente poluente. O volume foi reforçado entre os dias 10 de junho e 16 de agosto, por meio de ação realizada junto às escolas municipais, quando foram arrecadados 17 mil quilos de óleo pelos alunos.

Pela campanha, cada dois litros de óleo coletado pode ser trocado por duas pedras de sabão ecológico. “Estima-se que cada litro de óleo despejado irregularmente contamine cerca de 25 mil litros de água. O objetivo desta ação é reduzir esse descarte irregular, que pode corroer a rede de esgoto da cidade, além de contaminar nossa represa Billings. Para isso, precisamos do engajamento de todos”, destacou o chefe do Executivo.

O evento de lançamento da segunda etapa também contou com presença de estudantes das redes municipal e estadual de ensino, além do representante do Instituto Triângulo, Eduardo Maki, e dos secretários municipais José Carlos Gobbis Pagliuca (Meio Ambiente e Proteção Animal), Silvia Donnini (Educação), Hiroyuki Minami (Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Trabalho e Turismo), além da presidente do Fundo Social de Solidariedade (FSS), Greici Picolo Morselli.

ENGAJAMENTO - Para estimular o engajamento, serão entregues prêmios para as escolas municipais e estaduais que apresentarem o maior volume de arrecadação de óleo. Entre as unidades municipais, a 1ª colocada ganhará entradas gratuitas para um dia de diversão na Cidade da Criança. A 2ª colocada vai ganhar um passeio pelo Parque Ecológico Imigrantes (PEI), enquanto a 3ª colocada irá curtir um dia de brinquedos e atividades na própria escola. Já a escola estadual que mais se engajar, também vai ganhar um dia no PEI.

As entidades filantrópicas cadastradas no Fundo Social de Solidariedade (FSS) também receberão prêmios em dinheiro pelo volume arrecadado, sendo a 1ª colocada contemplada com valor de R$ 10 mil, a 2ª com R$ 5 mil e a 3ª com R$ 3 mil. Caso a cidade atinja a meta, a campanha será inserida no Guiness Book. Além disso, o Instituto Triângulo irá destinar outros R$ 10 mil para o projeto desenvolvido nas escolas municipais. “Temos um compromisso de tornar São Bernardo a cidade que mais zela pelo bem-estar e o futuro de nossas crianças. Contamos com vocês para alcançar essa meta e reduzir o descarte de óleo de cozinha na natureza”, completou o secretário de Meio Ambiente, José Carlos Gobbis Pagliuca.

Crédito: Omar Matsumoto/PMSBC

Comente aqui