Data: 09/07/2020 18:47 / Autor: Natália Fernandes / Fonte: Secom/PMSBC

Prefeitura de São Bernardo estabelece regras para reabertura de clubes

Prefeito Orlando Morando e presidentes de instituições assinaram protocolo que permite retomada e impõe regras sanitárias para evitar a transmissão da Covid-19


Reunião do prefeito com proprietários dos clubes da cidade
Reunião do prefeito com proprietários dos clubes da cidade

Crédito: Ricardo Cassin/PMSBC

A Prefeitura de São Bernardo deu mais um passo no processo de flexibilização econômica, em conformidade com a Fase Amarela do Plano São Paulo, do Governo do Estado. Em reunião realizada nesta quarta-feira (08/07), o Prefeito Orlando Morando e presidentes dos clubes sociais e esportivos do município assinaram protocolo que estabelece as regras sanitárias para a reabertura desses espaços a partir desta sexta-feira (10/07). Além de funcionarem com até 40% de sua capacidade por período de até seis horas (a critério de cada instituição), os clubes deverão seguir todos os protocolos necessários para evitar a transmissão do Coronavírus, como medição de temperatura dos frequentadores na entrada, uso de máscaras, oferta de álcool em gel, não permitir aglomerações e proibição de utilização de chuveiros nos vestiários.

“Esse retorno gradual é reflexo dos nossos esforços no combate ao Coronavírus e depende da colaboração de todos para que possamos avançar ainda mais. Estamos assinando um protocolo de responsabilidade compartilhada e é fundamental ter bom senso, cumprir todas as regras, para evitar que a gente tenha que retroceder e fechar tudo novamente”, destaca o prefeito Orlando Morando. O chefe do Executivo ressaltou ainda que a fiscalização a respeito do cumprimento das regras ficará a cargo da Vigilância Sanitária municipal. “Vamos ser implacáveis na fiscalização. O clube flagrado descumprindo os protocolos será lacrado”, observa.

Neste primeiro momento, o protocolo de reabertura estabelece que os sócios e frequentadores poderão utilizar as áreas comuns e realizar atividades ao ar-livre, como caminhadas e esportes individuais, desde que utilizem máscaras. A prática do tênis também está autorizada devido ao grau de risco mínimo de transmissão do vírus, conforme parecer da Vigilância Sanitária.

As academias esportivas, restaurantes, bares e lanchonetes instaladas no interior dos clubes também estão autorizadas a reabrir, no entanto, devem seguir os protocolos sanitários estabelecidos pelo decreto 21.197/20. Já as piscinas e playgrounds, bem como as atividades esportivas coletivas e a realização de eventos e confraternizações continuam proibidos nesta fase.

A diretora da Vigilância Sanitária de São Bernardo, Helaine Balieiro, comentou que embora a reabertura dos clubes represente novo desafio à gestão, é necessária para a retomada da economia e também para a saúde mental da população. “Estamos vivendo um momento especial e a gente está à disposição para dar qualquer suporte técnico que os clubes venham precisar”, diz.

O encontro foi coordenado pelo secretário adjunto de Assuntos Governamentais, Fernando Longo, e contou com a presença dos representantes dos clubes Associação dos Funcionários Públicos de SBC, Associação Recreativa Forsport, Iate Clube Cruzeiro do Sul, Meninos Futebol Clube, Movimento de Expansão Social Católica (MESC), Red Tennis, Scania Clube e Tênis Clube de São Bernardo do Campo.

MEDIDA TAMBÉM PARA OS PESQUEIROS - A publicação do decreto também validará a reabertura dos pesqueiros no município, também por seis horas (a critério dos proprietários), também com a adoção dos protocolos sanitários.

Comente aqui