Data: 29/05/2020 09:20 / Autor: Natália Fernandes / Fonte: Secom/PMSBC

Pacientes com Covid-19 recebem visitas virtuais no Hospital de Urgência

Ação já presente no Hospital de Clínicas possibilita que moradores internados conversem com parentes por meio de chamadas de vídeo; Novo Hospital Anchieta será o próximo contemplado


São Bernardo expande projeto de visitas virtuais entre pacientes com Coronavírus e familiares para o Hospital de Urgência
São Bernardo expande projeto de visitas virtuais entre pacientes com Coronavírus e familiares para o Hospital de Urgência

Crédito: Divulgação/PMSBC

Para humanizar o atendimento e aproximar moradores acometidos pela Covid-19 internados de seus familiares, a Prefeitura de São Bernardo mantém projeto de ‘visitas virtuais’ por meio de chamadas de vídeo. A ação, que é uma forma de pacientes com Coronavírus – que não podem receber visitas físicas devido ao risco de contaminação – conversarem com os parentes e tranquilizá-los a respeito de seu estado de saúde todos os dias, já ocorre no Hospital de Clínicas e chega, agora, ao recém-inaugurado Hospital de Urgência (HU).

As chamadas de vídeo são realizadas diariamente pelas equipes de assistência social dos hospitais com todos os pacientes internados que manifestam interesse. O momento de conversa com a família ocorre após os parentes receberem a atualização do estado de saúde dos doentes, que é feita pelos médicos via telefone. O próximo equipamento municipal a receber o serviço será o Novo Hospital Anchieta, que assim como o HU, atende exclusivamente doentes contaminados pela Covid-19.

Internada na enfermaria do HU há uma semana, a paciente Maria Aparecida da Silva se emocionou muito durante a oportunidade de conversar com o único filho, Alex, durante a ‘visita virtual’. Aproveitou o momento para dizer que está se recuperando bem da Covid-19 e que está com saudade dos familiares. Outro paciente que contou com ajuda da tecnologia para rever a família foi o morador da Vila São Pedro Josias Pereira da Silva, que está internado há oito dias na unidade de Saúde. “Estou sendo cuidado por anjos aqui”, destacou, em elogio ao atendimento realizado.

“A construção do Hospital de Urgência era uma prioridade desde o início da gestão e, com a chegada da pandemia, não tivemos dúvida em antecipar sua abertura com uma configuração totalmente voltada ao atendimento de pacientes acometidos pelo Coronavírus. Nosso objetivo é oferecer não só assistência de qualidade, mas humanizada à nossa população”, ressalta o prefeito Orlando Morando.

ATENDIMENTO DIFERENCIADO – Desde o início da pandemia, a Prefeitura realiza a atualização do boletim médico dos pacientes com Coronavírus internados em todos os equipamentos de Saúde do complexo hospitalar do município aos familiares pelo telefone. Secretário de Saúde, Dr. Geraldo Reple Sobrinho observa que o objetivo é proporcionar assistência digna à população de São Bernardo durante este período difícil. “Esses pacientes que estão internados para tratar a Covid-19 não podem receber visitas e, com isso, acabam ficando isolados dos entes queridos. Dar a eles as informações sobre os parentes e a oportunidade de se comunicarem é algo simples, mas que garante um certo conforto durante o tratamento”.

SOBRE O HOSPITAL DE URGÊNCIA – O maior hospital construído para atendimento da Covid-19 do País foi inaugurado no dia 14/05 com capacidade de 80 leitos de UTI – 40 estão em funcionamento e os outros 40 aguardam a chegada de respiradores por parte do governo do Estado ainda neste mês – e 170 leitos de enfermaria para casos de baixa e média complexidade. No total, o município passou a contar com 517 leitos exclusivos voltados ao tratamento da doença.

Para construção do hospital, a Prefeitura de São Bernardo investiu R$ 127,6 milhões. A Administração municipal contou ainda com o auxílio financeiro de R$ 25 milhões do Governo Federal, além de R$ 20 milhões do Governo do Estado, para aquisição de equipamentos.

Crédito: Divulgação/PMSBC

Comente aqui