Data: 04/09/2019 15:35 - Alterado em: 05/09/2019 14:47 / Autor: Leandro Baldini / Fonte: Secom - PMSBC

Morando e Doria garantem novo futuro para fábrica da Ford

Prefeito de São Bernardo e governador anunciam entrada da Caoa no negócio e manutenção de empregos na cidade. Vejam o vídeo da reportagem


Morando e Doria garantem novo futuro para fábrica da Ford
Morando e Doria garantem novo futuro para fábrica da Ford

Crédito: Gabriel Inamine/PMSBC

A Prefeitura de São Bernardo, sob gestão de Orlando Morando, e o governo de São Paulo, na administração de João Doria, oficializaram nesta terça-feira (03/09) a reversão de uma das situações mais dramáticas dos últimos tempos, em termos de impactos negativos para cidade e Estado. Trata-se da entrada do Grupo Caoa para a compra da fábrica da Ford, localizada em São Bernardo, com a garantia da manutenção dos postos de trabalho.

Em fevereiro deste ano, a atual direção da Ford anunciou o encerramento das atividades da planta industrial, localizada no bairro Taboão desde 1967, sem apresentar plano de desmobilização e demais argumentos. A situação foi imediatamente combatida pelo prefeito Orlando Morando, que ganhou apoio do governador João Doria para a compra das atividades industriais e garantia dos postos de trabalho.

Hoje, no Palácio dos Bandeirantes, o anúncio sentenciou esta condição. Com o acordo firmado, o Grupo Caoa passa a garantir a manutenção de 600 postos de trabalhos e a recontratação de outros 850 trabalhadores demitidos da Ford. A produção de caminhões da montadora americana, por sua vez, será mantida até o fim de outubro.

“Trata-se de um dia importante para São Bernardo. O começo do ano foi muito traumático, quando de maneira desastrosa, a atual direção da Ford fez um comunicado, deixando em pânico todos os trabalhadores da empresa e a população como um todo. Desde então, buscamos todos os caminhos para não permitir esta situação. Hoje, garantimos uma nova condição, a manutenção de empregos. Vamos seguir em frente, trabalhando desta forma”, comentou o prefeito Orlando Morando.

O ato oficial foi selado na presença do governador João Doria e do prefeito Orlando Morando, do vice-governador e secretário de Governo, Rodrigo Garcia, Grupo Caoa, Carlos Alberto de Oliveira Andrade, do presidente da Ford América do Sul, Lyle Watters, do secretário da Fazenda, Henrique Meirelles, secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen.

“Buscamos uma solução que permitisse a preservação dos empregos dos metalúrgicos e prestadores de serviço na unidade de São Bernardo”, destacou o governador João Doria.

NEGOCIAÇÃO –  O presidente do Grupo Caoa, Carlos Alberto de Oliveira Andrade, também destacou o empenho da Prefeitura de São Bernardo e do Governo do Estado para a interlocução entre as empresas e falou sobre os planos para a unidade. “O objetivo é torná-la (a fábrica em São Bernardo) viável, lucrativa e produtiva. E que ela crie empregos, que crie riquezas para o país e que traga muitas alegrias para todos em São Bernardo e no Brasil”, afirmou Andrade.

LEI DE INCENTIVO FISCAL – Por meio de iniciativa do prefeito Orlando Morando, a Prefeitura de São Bernardo instituiu em 2017 a Lei de Incentivo Fiscal que permite redução no valor do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) em até 30% para empresas que gerarem emprego.

O abatimento é progressivo, passando a 7% para quem empregar 50 pessoas, 20% para 500 novos funcionários e 30% para 1.000. E pode ser usufruído por até 5 anos, porém, mediante a comprovação de a abertura de emprego e a sua preservação. O desconto será reavaliado anualmente, conforme os dados da Rais (Relação Anual de Informações Sociais).

Comente aqui