Data: 21/02/2020 16:03 / Autor: Kati Dias / Fonte: PMSBC

Morando anuncia reforma de novas sedes para a Dicma e 4º DP do Riacho Grande

Delegacia de Investigação de Infrações Contra o Meio Ambiente será incorporada ao COI, enquanto o 4º DP será transferido para a subprefeitura do Riacho Grande


Prefeito Orlando Morando autoriza reforma de novas sedes para a Dicma e 4º DP do Riacho Grande
Prefeito Orlando Morando autoriza reforma de novas sedes para a Dicma e 4º DP do Riacho Grande

Crédito: Omar Matsumoto/PMSBC

“Segurança é o dever de todos, inclusive da Prefeitura de São Bernardo”. A frase é do prefeito Orlando Morando ao autorizar, na manhã desta sexta-feira (21/02), a reforma de novas sedes para a Delegacia de Investigação de Infrações Contra o Meio Ambiente (Dicma), que se integrará ao COI (Centro de Operações Integradas de Segurança), localizada no Centro, e do 4º DP do Riacho Grande, que será transferida para a Subprefeitura do Riacho Grande. O intuito é intensificar a parceria com o Governo do Estado e a integração das forças policiais.

A sede da Dicma, atualmente na Rua Mário Wallace Simonsen, 39, bairro Nova Petrópolis, está em um dos prédios alugados pela Prefeitura, com custo de R$ 8 mil por mês. Já o 4º DP está em um imóvel municipal, na Rua Rio Acima, 35, em um espaço totalmente deteriorado.

“Trata-se de uma ação muito importante feita em conjunto com a Polícia Civil. No início de meu mandato, havia seis delegacias em locais alugados. Na minha visão, um erro grave, já que o município possui inúmeros imóveis públicos. Além de trazer mais economia para os cofres da Prefeitura, também vamos oferecer acomodações mais confortáveis, tanto para os policiais quanto para a população, afirmou o chefe do Executivo. Segundo Morando, o custo com aluguéis, no início de 2017, ultrapassava R$ 5 milhões. Em 2020, é reduzir este para menos de R$ 1 milhão.

A Dicma ficará em uma área de 310 m², ocupando o galpão próximo ao Dajuv (Divisão de Ações para a Juventude), no qual serão construídas salas para os delegados e investigadores, recepção, sala de espera, sanitários, cartório central e depósito para documentos e materiais apreendidos.

Já o 4º DP ficará localizado no térreo da subprefeitura do Riacho Grande, em uma área de 295 m² (área interna e externa), que também contará com salas para delegado e investigadores, sala de espera, depósito para documentos e materiais apreendidos, antecâmara para revista, copa, cela e estacionamento. O investimento total nas duas intervenções será de R$ 400 mil.

O delegado geral a Polícia Civil, dr. Ruy Ferraz Fontes, agradeceu ao empenho do prefeito Orlando Morando em entregar instalações dignas para os policiais civis e população. A Delegacia Geral e o governador João Doria têm feito um trabalho especial para melhorar os recursos humanos e as instalações da Polícia Civil. Há prédios muitos ruins em diversos municípios do estado. Esse apoio de São Bernardo tem sido fundamental e um modelo para outras cidades. Estamos olhando com muito carinho para este município para a distribuição de recursos humanos e estrutura”, disse.

Além do prefeito Orlando Morando e do Dr. Ruy, a solenidade contou com a presença do vice-prefeito e secretário de Serviços Urbanos, Marcelo Lima, do secretário de Segurança Urbana, cel. Carlos Alberto dos Santos, do secretário executivo da Polícia Civil, dr. Youssef Abou Chahin, do delegado seccional de São Bernardo, dr. Ronaldo Tossunian, do delegado da Dicma, dr. Éttore Capalbo, do delegado do 4º DP do Riacho Grande, dr. Rui Diogo da Silva, vereadores da base aliada, lideranças e autoridades das demais corporações policiais.

PARCERIA – Em 2019, a Prefeitura concedeu oito imóveis municipais à Polícia Militar, por meio da sanção do Projeto de Lei 106/2019, de 27/02/2014, que concede o direito real de uso e próprios municipais à Fazenda do Estado de São Paulo por 30 anos. Essas áreas serão destinadas à Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo que, agora, poderá ampliar ou construir nesses espaços, bem como arcar com as despesas de consumo de água, energia elétrica e telefonia. Os imóveis cedidos estão no Parque dos Pássaros, Baeta Neves, Assunção, Jordanópolis, Rudge Ramos, Paulicéia e Jardim Silvina.

Comente aqui