Data: 23/04/2013 18:10 / Autor: Vinícius Dominichelli / Fonte: PMSBC

Luiz Marinho recebe prêmio do Brasil Sorridente nesta quarta-feira (24)

São Bernardo do Campo venceu a etapa nacional da premiação entre as cidades brasileiras com população acima de 300 mil habitantes


Brasil Sorridente
Brasil Sorridente

O prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho, vai receber o Prêmio Brasil Sorridente de 2013 nesta quarta-feira (24), às 20h, no Memorial JK, em Brasília. O município do ABC venceu a etapa nacional da premiação entre as cidades brasileiras com população acima de 300 mil habitantes. A honraria é concedida pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO) e o Ministério da Saúde aos municípios que se destacam na implantação de políticas públicas em saúde bucal.

Um dos diferenciais de São Bernardo foi a instalação na cidade do Centro de Especialidades Odontológicas do Brasil Sorridente, cujo Laboratório de Próteses Dentárias já implantou, desde sua inauguração, em 2011, 5,2 mil próteses. No local, também são realizados tratamento de canal, cirurgias, diagnóstico de câncer bucal e são fornecidas dentaduras.

Para ampliar e fortalecer a rede, todas as 14 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da cidade que foram reformadas pela Prefeitura, e uma nova que foi construída, receberam consultórios odontológicos completos. Nas unidades foram instalados, inclusive, escovódromos, para ensinar práticas preventivas que evitam cáries e outros problemas.

Reforço - As equipes de Saúde Bucal - com dentista, auxiliar e técnico -, inexistentes até 2008, foram criadas em 2009 e, hoje, são 45 em toda a cidade. Até 2014, a meta é chegar a 91.

Para começar o trabalho preventivo contra cáries desde cedo, a Prefeitura implantou o programa Saúde Bucal nas Escolas. Por meio dele, é feito o monitoramento da saúde bucal dos 80 mil estudantes da rede municipal de ensino, o que inclui a educação infantil (de zero a seis anos) e o ensino fundamental (de 7 a dez anos).

O programa é resultado da parceria entre as secretarias de educação e saúde e a Associação de Jovens Dentistas, que, quatro vezes por ano, visita as 188 escolas municipais para fazer a classificação de risco de cárie e escovação. Também são feitas palestras, apresentação de vídeos e distribuição de kits de escovação de cartilhas.

Em São Bernardo, além de todos esses investimentos, a Prefeitura monitora a quantidade de flúor na água, o que ajuda a prevenir a ocorrência de cáries e é um dos critérios do prêmio Brasil Sorridente. Em 2012, das 11 amostras coletadas pela Prefeitura, 95% apresentaram concentração de flúor em conformidade com os padrões exigidos, entre 0,60 e 0,80 mg/l.

Comente aqui