Data: 07/07/2016 08:32 / Autor: Marcelo Dorador / Fonte: PMSBC

Guarda Civil garante segurança em escolas e bairros de São Bernardo

Por meio do Programa de Segurança Escolar e da Ronda Cidadã, guardas atuam em parceria com a comunidade e previnem a ocorrência de crimes


Para garantir segurança dentro das escolas e nos bairros da cidade, a Guarda Civil Municipal (GCM) de São Bernardo executa dois programas, o de Segurança Escolar, que prevê a presença ostensiva dos guardas na entrada e saída dos alunos e no apoio aos funcionários no período noturno, e o Ronda Cidadã, cuja meta é atuar preventivamente e em parceria com as comunidades da cada região.

No Bairro dos Casa, pais de alunos das Escolas Municipais de Educação Básica (Emeb) Carlos Gomes e Marcos Rogério da Rosa aprovam a atuação da guarda. As unidades escolares ficam num ponto movimentado da Estrada dos Casa e a presença dos GCMs contribui para que os motoristas prestem atenção quando há a travessia de estudantes.

Antigo aluno da Emeb Carlos Gomes, Marcos Máximo, que diariamente leva a filha à unidade, parabeniza o trabalho da guarda que, segundo ele, é responsável por trazer segurança à comunidade escolar. “Os GCMs garantem tranquilidade a quem traz e busca seus filhos na escola. Infelizmente alguns motoristas não prestam atenção na sinalização e esquecem que as crianças ainda não sabem atravessar a rua direito. Sem dúvida esse tipo de trabalho tranquiliza os pais”, disse.

A Segurança Escolar é realizada entre 6h e 23h. São beneficiados alunos do Ensino Infantil e Básico (manhã e tarde), da Educação de Jovens e Adultos (EJA), e os professores que realizam o Horário de Trabalho Pedagógico Coletivo (HTPC), esses dois últimos grupos no período noturno.

Os GCMs que atuam à noite são responsáveis também por fazer a segurança das próprias escolas e respondem os alertas emitidos pelo Centro Integrado de Monitoramento (CIM).

De acordo com a diretora da Emeb Carlos Gomes, Luciana Stocco de Mergulhão, a GCM tem uma ação próxima à comunidade escolar. “A atuação da guarda é diária, eles passam todos os dias. À noite, durante o HTPC, ficamos muito vulneráveis e, graças a eles, nos sentimos mais seguras”, afirmou.

O Inspetor Flavio Leão explica que 45 escolas são de responsabilidade da unidade descentralizada da GCM que comanda, a Batistini/Alvarenga. “Além da proximidade com as direções das escolas, os guardas que atuam na Segurança Escolar acabam criando vínculos com as comunidades. Esse trabalho tem como objetivo aproximar a nossa atuação de quem mora na cidade.”

Outra ação preventiva, a Ronda Cidadã conta com 30 guardas, que percorrem, com o apoio de 12 viaturas, todo o município. Durante as rondas, os GCMs entram em contato com moradores e comerciantes, que apontam os principais problemas da região.

De acordo com o diretor da Sociedade Amigos do Parque Espacial (SAPE), Douglas Fascini, a atuação da GCM foi determinante para minimizar os problemas que ocorriam na Praça Juliano Versolato.

Como explica Fascini, o espaço era palco dos chamados ‘pancadões’, que seguiam ao longo da madrugada e incomodavam a vizinhança. “Aqui é um bairro residencial e, infelizmente, algumas pessoas não utilizavam a praça de forma adequada, gerando muitos transtornos. Fizemos contato com a GCM, que prontamente nos atendeu orientando os frequentadores para que não fizessem algazarra”, pontuou.

Para a Rosana Negreiros, secretária da SAPE, a presença da GCM melhorou muito a qualidade de vida no bairro. “A guarda é muito sensível ao realizar o trabalho comunitário. Eles vêm, educam os frequentadores da praça, e atuam, se necessário, de forma punitiva. Temos uma GCM presente em nossa cidade.”

A Guarda Civil de São Bernardo recebe denúncias pelo telefone 153. A ligação é gratuita e não é necessário se identificar.

Comente aqui