Data: 06/06/2019 11:02 / Autor: Redação / Fonte: PMSBC

Feira de Móveis da Rua Jurubatuba ainda rende frutos para comerciantes

Lojista confirmam aumento de compradores e faturamento mesmo após encerramento do evento


Abertura Feira Moveis Jurubatuba
Abertura Feira Moveis Jurubatuba

Crédito: Omar Matsumoto

Passado uma semana do encerramento do evento, empresários apontam crescimento de até 10% no movimento de compradores em comércios que participaram da ação.

Realizada entre os dias 18 e 26 de maio, a feira ultrapassou na edição deste ano a marca de R$ 2 milhões de faturamento, montante 8% superior ao valor arrecadado na edição anterior, segundo organizadores.

A repercussão do evento foi tão grande que a mostra superou a expectativa de público. Cerca de 60 mil pessoas marcaram presença nesta edição. O número é 20% maior do que a projeção feita antes da abertura do evento.

“Com o apoio da Prefeitura e união dos comerciantes tivemos a melhor feira de móveis da história da nossa cidade. Dados esses que só reafirmam que este símbolo da indústria moveleira da cidade tem enorme importância para São Bernardo”, destacou o prefeito Orlando Morando.

Neste ano, como parte do compromisso firmado junto a lojistas da Rua Jurubatuba, a Prefeitura de São Bernardo investiu cerca de R$ 1,7 milhão na realização do evento, entre divulgação e estrutura.  Ao todo, 70 lojistas que atuam no Centro da cidade participaram da ação.

“Mesmo em um cenário de crise econômica, a Feira de Móveis da Rua Jurubatuba mostrou é possível sim fomentar a economia local quando existe união entre o Poder Público e comerciantes.  Reflexo disso é a geração de emprego e o impulso da economia local após a realização da feira”, frisou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Trabalho e Turismo, Hiroyuki Minami.

COMERCIANTES – Para o presidente associação dos lojistas da Jurubatuba, Youssef Hindi, a estimativa do setor é a de que o bom resultado da feira se estenda pelos próximos três meses. “Muitas pessoas que nos visitaram durante a mostra têm retornado para fechar negócio. Nosso movimento continua alto, o que deve ocorrer até o início do segundo semestre”.

ECONOMIA - Em 2018, o setor moveleiro foi responsável por mais de R$ 2 milhões na arrecadação de receitas de São Bernardo, representando 2,46% no recolhimento de taxas municipais e 0,19% no repasse de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Comente aqui