Data: 17/03/2020 13:01 / Autor: Redação / Fonte: Circle Aceleradora

Crianças de escolas carentes de SBC ganharam mochilas e materiais escolares sustentáveis

Iniciativa é do Projeto "Circulando", desenvolvido pela Circle Aceleradora.


Crédito: Divulgação

Nos dias 9 e 16 de março, o “Projeto Circulando”, iniciativa da Circle Aceleradora, distribuiu mochilas e materiais escolares sustentáveis para alunos do Lar Pequeno Leão e I.A.M. Instituto, localizados em São Bernardo do Campo.

Os brindes “upcycling” foram feitos com lonas usadas nos eventos realizados pelas empresas do ecossistema, confeccionados pela ONG Charlotte Arte em Costura, também de São Bernardo do Campo. A escolha das entidades beneficiadas se deu pela proximidade das sedes das marcas que mais realizaram eventos em 2019 dentro da Circle - como BRF, CTG Brasil, Embraer, Habib´s, Honda, Mercedes-Benz, Vivo, Volkswagen e Volkswagen Man.

“Não são apenas brindes, eles carregam uma história das mãos que os fabricam, pois são confeccionados por ONG´s, de pequenos artesãos, empreendedores solidários. O objetivo do projeto é criar algo com impacto socioambiental positivo, eliminar o próprio conceito de lixo, pensar os materiais dentro de um fluxo cíclico e transmitir valor.”, explica Fabiana Schaeffer, COO da Circle.

Além de São Bernardo do Campo, mais oito escolas carentes localizadas nas cidades de São José dos Campos, São Paulo e Sumaré também estão recebendo os brindes; e 40 mochilas já foram entregues para a aldeia dos Yawalapiti, na porção sul do Parque Indígena do Xingu, na Amazônia. O projeto fez conexão com a ONG EcoArts, que trabalha no reflorestamento da Amazônia e que colabora com aldeias indígenas; o intuito é criar pomares de plantas frutíferas atrelados à educação socioambiental. Surgiu, assim, o insight de levar material escolar para as crianças das aldeias.

O Projeto

 Desde 2016, a agência Netza faz parte do pacto global da ONU, com a iniciativa de reaproveitar as lonas que sobravam dos seus eventos e transformar em brindes upcycling para os clientes, fabricados em parceria com cooperativas e empreendimentos solidários. Como resultado, foi a única agência de comunicação entre as empresas finalistas e ganhadoras do Prêmio ODS Pacto Global 2019 que reconhece projetos alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

 Com o ótimo residual que a ação despertou internamente e nos clientes somados a toda movimentação sustentável que criava, em 2019 a agência - que lançou a Circle Aceleradora - começou a entender que o projeto poderia ser algo mais abrangente, não só interno, mas uma rede para gerar o desenvolvimento sustentável.

A Circle impulsionou a agência a ter um olhar estratégico, com mais conexões, visibilidade e residuais sustentáveis. E o projeto, antes chamado de “Brindes Upcycling” ganhou corpo, ganhou prêmio, ganhou mais parceiros e, em sua quarta edição, sem dúvida, se transformou hoje em um grande case. Com novo nome, agora “Projeto Circulando”, uma nova cultura foi estabelecida pela Circle e disseminada aos clientes e parceiros.

Lar Pequeno Leão - https://larpequenoleao.org.br/

I.A.M. Instituto – http://www.iam.org.br/

Sobre a Charlotte Arte em Costura
Com 11 anos de existência, a ONG localizada em São Bernardo do Campo, região metropolitana de São Paulo, tem à frente e é composta por mulheres. O grupo Charlotte nasceu em 2009 através da união de mulheres que tinham o contato com a costura desde cedo em suas famílias. Elas desejavam trabalhar com confecções em geral, mas oportunidades surgiram e tornaram-se especialistas em costura de banner e na produção de brindes corporativos. Em 2014, tornaram-se um dos grupos produtivos da Rede Asta, que transforma artesãs em empreendedoras e resíduos em produtos, e juntas desenvolveram vários projetos e pedidos com reaproveitamento de resíduos pela técnica do upcycling”. Além da parte de confecção, as mulheres criam bolsas, sacolas retornáveis e artigos artesanais feitos com retalhos, ainda transformam banners reutilizados e caixas tetra pak em produtos que levantam a bandeira da sustentabilidade. Mais informações sobre a Charlotte pelos canais sociais da ONG no Facebook: https://www.facebook.com/Charlottebrindes/ e https://www.facebook.com/charlotte.arte

Crédito: Divulgação

Comente aqui