Data: 04/04/2020 10:18 / Autor: Natália Fernandes / Fonte: Secom/PMSBC

Campanha ‘SBC de Máscaras Pela Vida’ estimula uso de máscaras caseiras

Medida da Prefeitura de São Bernardo segue recomendação do Ministério da Saúde que visa garantir que população esteja protegida contra o Coronavírus quando precisar sair de casa


Em nova ação de enfrentamento ao Coronavírus (COVID-19), a Prefeitura de São Bernardo aderiu à recomendação do Ministério da Saúde que mobiliza a população a fabricar e utilizar máscaras caseiras e lançou a campanha ‘SBC de Máscaras pela Vida’. Embora a recomendação continue sendo pelo distanciamento social, pesquisas internacionais mostram que as proteções feitas de pano têm sido aliadas no combate à disseminação da doença. Com isso, nos casos em que as pessoas precisem realmente sair de casa, com a máscara, estarão protegidas e, num gesto solidário, protegendo o próximo.

A medida da Administração municipal também leva em conta a necessidade de priorizar que as máscaras cirúrgicas e do tipo N95, em escassez no mercado mundial, sejam destinadas aos profissionais da Saúde, que estão na linha de frente desta ‘guerra’, prestando assistência às pessoas doentes.

 “Não estamos poupando esforços para garantir a oferta de equipamentos de proteção individual aos nossos profissionais da Saúde, no entanto, como estamos falando de uma pandemia, há um desabastecimento mundial. E o estímulo às máscaras caseiras é uma forma de garantir que as máscaras industrializadas sejam usadas prioritariamente nas unidades de Saúde”, ressalta o secretário de Saúde, Dr. Geraldo Reple Sobrinho.

Dr. Geraldo também reforça o apelo para que o distanciamento social seja mantido. Segundo ele, a máscara de pano é uma forma de proteger a sociedade nos momentos em que haja extrema necessidade de sair de casa, para a realização de serviços essenciais. “Pesquisas internacionais têm apontado que a utilização das máscaras de forma correta impede a disseminação de gotículas expelidas do nariz ou da boca do usuário no ambiente e isso pode auxiliar na diminuição de casos da doença”.

VOLUNTARIADO
Fruto de parceria entre o Fundo Social de Solidariedade e as secretarias da Saúde e da Cultura e Juventude de São Bernardo, a campanha ‘SBC de Máscaras Pela Vida’ também inclui a comunidade. Costureiras, artesãs e demais moradores podem colaborar tanto na doação de tecidos quanto na confecção de máscaras de pano, que serão distribuídas às pessoas em situação de alta vulnerabilidade social e que não tenham condições de produzir suas próprias proteções. Mais informações serão fornecidas pelos telefones 2630-4049 e 2630-4010 ou, ainda, no Teatro Martins Pena (Praça Marquês de Alegrete, 44, Vila Gonçalves), das 9h às 16h, de segunda a sexta-feira, a partir do próximo dia 06/04.

RECOMENDAÇÕES
Embora não exijam complexidade na sua produção, as máscaras caseiras devem seguir alguns critérios, como cobrir totalmente a boca e o nariz e estar bem ajustada ao rosto, sem espaços nas laterais. A orientação é que a população utilize tecidos de algodão, tricoline e TNT para a confecção dos equipamentos, que são de uso individual e devem ser trocados a cada quatro horas ou até ficar úmidos. A higienização deve ser feita com água e sabão ou água sanitária e, se possível, utilizar ferro de passar após sua secagem.

A máscara deve ser utilizada sempre que a pessoa sair de casa, mesmo que ela se mantenha distante um a dois metros de outros indivíduos. Antes e depois do uso da proteção, as mãos devem ser higienizadas. Durante o uso, não é recomendado tocar na máscara, que deve ser sempre removida por trás, evitando o contato com o rosto e roupas.

Crédito: Divulgação

Comente aqui