Data: 08/04/2013 18:17 / Autor: Redação / Fonte: Assessoria

Ana do Carmo apresenta projetos ambientais a secretária de Educação de São Bernardo

Município receberá aquecedores solares populares e o programa Escolas Sustentáveis, idealizados pelo mandato da deputada estadual; alimentação orgânica também foi debatida


Ana do Carmo em reunião com Cleuza Repulho
Ana do Carmo em reunião com Cleuza Repulho

Crédito: Divulgação

A deputada estadual Ana do Carmo (PT) visitou nesta segunda-feira (8) a secretária de Educação de São Bernardo, Cleuza Repulho. Durante o encontro, Ana apresentou os dois projetos do mandato que terão parceria com a Pasta. O primeiro, dos aquecedores solares populares, já está em andamento no município. O projeto conta com a participação de participantes do MOVA-SBC (Movimento de Alfabetização de São Bernardo do Campo).

Cinco creches municipais receberão o equipamento, além de quatro albergues e 50 residências. O outro programa que será instalado na rede municipal de ensino, denominado Escolas Sustentáveis, prevê atividades de educação ambiental no âmbito escolar. Inicialmente, cerca de 20 escolas receberão o projeto. “Fico contente com a disposição da deputada em trabalhar em parceria pela Educação da cidade”, afirmou Cleuza, após o encontro.

Outro ponto debatido entre a deputada e Cleuza foi o movimento organizado por Ana do Carmo na Assembleia Legislativa a favor dos alimentos orgânicos no Estado. O mandato da deputada estadual pretende reunir os cerca de 40 produtores da cidade para um seminário de apresentação da Frente Parlamentar em Defesa da Produção Orgânica e Agroecologia.

“Desde que iniciamos esse movimento muita gente nos procurou. Estamos organizando um encontro e queremos que a secretária participe, pela valorização que a Secretaria de Educação possui em relação a esse tipo de alimento”, disse a deputada.

Em São Bernardo, cerca de 30% da merenda escolar já é composta por alimentos orgânicos. “A gente tem arroz, mexerica, uva, caqui, tudo da agricultura orgânica, mas a maioria de fora da cidade. Eles (produtores) precisam se organizar para nos fornecer, por isso é tão importante essa iniciativa da Ana”, disse a secretária.

Comente aqui