Data: 12/04/2013 14:31 / Autor: Redação / Fonte: André Moretti

Trilogia The Pambazos Bros

Nos dias 14, 21 e 28 de abril o público do ABC poderá prestigiar gratuitamente os espetáculos desta importante companhia circense.


Os espetáculos Porongo Vaudeville  MagiKamerluza e La Mutante Varietè serão apresentados gratuitamente no SESC Santo André
Os espetáculos Porongo Vaudeville MagiKamerluza e La Mutante Varietè serão apresentados gratuitamente no SESC Santo André

Crédito: Wagner Gusmão

 

Proporcionar muita risada, esta é a proposta do SESC Santo André para os domingos de abril. Para compor sua programação, a Unidade convidou o grupo circense The Pambazos Bros para apresentar três espetáculos de seu repertório: Porongo Vaudeville, MagiKamerluza e La Mutante Varietè. A entrada é gratuita e as apresentações ocorrerão nos dias 14, 21 e 28 de abril, na área de convivência do SESC, sempre às 16h.

O primeiro espetáculo apresentado, no dia 14, é Porongo Vaudeville. Em cena os personagens Alberto e Walberto em uma releitura dos grandes shows de variedades do começo do século. Dança, música ao vivo, mágica, malabarismo e humor, criam um vaudeville urbano, atual e popular.  Entre os números apresentados pela dupla Diego Martinez e Jorge Zagarzazu está o clássico “Escapista”. Duas pessoas da plateia são convidadas a privar a visão e os movimentos de um dos personagens com uma corda 20 metros, um par de algemas e um balde na cabeça. Fortemente imobilizado ele terá que escapar em menos de um minuto. Será que ele consegue

No dia 21, será apresentado o espetáculo MagiKamerluza. Como um circo cigano, a família Kamerluza toma conta do espaço. Nono e Kalaca e o músico multi-instrumentista Kishi “O Cowboy” executam assombrosos, arriscados e ilusórios números. Porém, como toda família, esta também tem seus problemas, e nem durante a execução dos atos deixam de aflorar. No entanto, apesar das desavenças, o final feliz sempre acontece. Inspirando-se no virtuosismo do circo tradicional, neste espetáculo, as técnicas circenses e a música executada ao vivo servem como pretexto para desenvolver um humor universal.  Desta forma, truques de mágica, ilusões de palco, malabarismo de cristais e guilhotina tornam-se ferramentas que os atores utilizam para interagir com a plateia e criar situações cômicas e lúdicas.

Encerrando a mostra da trilogia, será apresentado no dia 28 o espetáculo La Mutante Varietè, um cabaré de variedades apresentado pelos The Pambazos Bros. Neste espetáculo humorístico do gênero circense musical, brilham os irmãos Siameses Sarlanga, as Plantas Carnívoras, Chico Chicote e o Coelho Transgênico. No decorrer de 50 minutos, os artistas mesclam técnicas de clown, malabarismo (claves-flores, facões e chicote), dança e improvisação. Tudo isso sob o comando dos apresentadores Winston y Kingston.

A trilha sonora é executada ao vivo por Françoise Suzuki, e mistura mambo com tango, passando por delicadas valsas e frenéticos klesmers, criando em cada momento, os climas ideais para cada situação. Como selo inconfundível do grupo “The Pambazos Bros”, este espetáculo faz da interação com a plateia um elemento indispensável, fazendo com que ela se sinta não somente representada, mas participante essencial na construção deste espetáculo único.

SERVIÇO – TRILOGIA THE PAMBAZOS BROS
Endereço: Rua Tamarutaca, 302 - Vila Guiomar - Santo André – SP
Contato: 11 4469-1200 - email@santoandre.sescsp.org.br
Dias: 14/04 (Porongo Vaudeville), 21/04 (MagiKamerluza) e 28/04 (La Mutante Varietè)
Horário: 16h
Ingressos: Grátis
Duração: 50 minutos
Indicação: livre

THE PAMBAZOS BROS – O GRUPO

Trata-se de um grupo uruguaio/brasileiro, formado por Diego Martinez e Jorge Zagarzazú. Suas criações privilegiam a linguagem do circo-teatro, sempre buscando uma flexibilidade em relação aos locais de apresentação, visando criar novas possibilidades para atingir um público cada vez mais variado. Metrôs, casas abandonadas, praças, cadeias, circos, ruas são lugares que já serviram de palco para alguns dos espetáculos do grupo.

Os artistas já passaram por vários países da América e Europa, entre eles, Cuba, Uruguai, México, Venezuela, Alemanha, Polônia, Hungria, Romênia, Bulgária, Bélgica, Holanda. Chegam a Brasil em 2004, após entrarem em contato com o grupo de pesquisa teatral LUME - com sede em Campinas. Esta imersão dentro de diferentes sociedades gerou o desejo de criar um projeto que enfatizasse as semelhanças encontradas nesses povos, articulando-as com o intuito de proporcionar identificação com o público independente de suas raízes.

Diego Martinez e Jorge Zagarzazú em cena
Diego Martinez e Jorge Zagarzazú em cena

Crédito: SESC SP

Comente aqui