Data: 11/03/2020 15:39 / Autor: Paloma Alvarez Alonso / Fonte: Semasa

Semasa abre visitas para as oficinas do projeto De Volta pra Sala

Interessados poderão conhecer de perto trabalho que transforma sofás descartados e promove geração de emprego e renda


Interessados poderão conhecer de perto trabalho que transforma sofás descartados e promove geração de emprego e renda
Interessados poderão conhecer de perto trabalho que transforma sofás descartados e promove geração de emprego e renda

Crédito: Divulgação Semasa

Começam no dia 20/3 as visitas abertas às oficinas do projeto De Volta pra Sala, desenvolvido pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André). As visitas acontecem até abril e fazem parte da iniciativa socioambiental que dá vida nova a sofás que foram descartados nas Estações de Coleta da cidade.

A agenda para visitação será a seguinte: 20 e 27/3 e 3, 17 e 24/4. As visitas têm duração de 30 minutos e para participar basta que os interessados façam as inscrições pelo e-mail devoltaprasala@semasa.sp.gov.br ou pelo telefone 4433-9037, informando o horário que deseja visitar (entre às 10h e às 16h).

Em março, os participantes do De Volta pra Sala também estão aprendendo conteúdos teóricos como técnicas administrativas e organizacionais e cooperativismo. Além disso, a equipe do Semasa também está treinando os próprios participantes para a monitoria das visitas.

O projeto De Volta pra Sala – transformando sofás em cidadania, é inspirado no projeto Okavango, de Diadema. A iniciativa do Semasa, que é financiada pelo Fumgesan (Fundo Municipal de Gestão e Saneamento Ambiental), tem trabalhado as questões ambientais, sociais e profissionais, proporcionando meios de geração de trabalho e proteção do meio ambiente. Só no ano passado, foram descartados mais de 20 mil sofás e colchões nos 22 ecopontos da autarquia.

“Queremos que a pessoa consiga visualizar no móvel descartado uma possibilidade de geração de trabalho e renda. Começamos ensinando as técnicas para produção de um modelo básico e com o tempo eles já começam a aprender a produção de mobiliários mais modernos e que estejam de acordo com a demanda do mercado”, explica Diolindo Sousa, criador do Okavango e consultor no projeto do Semasa.

As visitas acontecerão diretamente no ateliê do De Volta pra Sala, localizado numa área anexa ao Reservatório Progresso, na Av. Queirós Filho, em frente ao número 2269 (Vila Humaitá).

Crédito: Divulgação Semasa

Comente aqui