Data: 18/06/2019 09:45 / Autor: Viviane Raymundi / Fonte: Semasa

Semana do Resíduo Eletroeletrônico recebe mais de 600 aparelhos para descarte

Ação pioneira do Semasa para conscientizar a população sobre os danos do e-lixo supera as expectativas


Semana do Resíduo Eletroeletrônico recebe mais de 600 equipamentos para descarte correto
Semana do Resíduo Eletroeletrônico recebe mais de 600 equipamentos para descarte correto

Crédito: Divulgação/Semasa

A semana especial de coleta de resíduos eletroeletrônicos, o chamado e-lixo, realizada pela primeira vez pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), arrecadou mais de 600 aparelhos sem uso, impedindo o descarte incorreto desse tipo de resíduo e estimulando a reciclagem. A Semana do Resíduo Eletroeletrônico no Paço Municipal foi realizada entre os dias 10 e 14 deste mês e superou as expectativas.

"Tratou-se de uma iniciativa de educação ambiental com foco na conscientização sobre o descarte e o impacto ambiental dos resíduos eletroeletrônicos. Avaliamos que os resultados foram excelentes e os munícipes abraçaram a ideia. Eles nos pediram que mais ações como esta fossem repetidas com maior frequência. Já começamos a analisar a possibilidade", comentou o superintendente do Semasa, Almir Cicote.

Durante a ação, que faz parte do Junho Verde (mês com programação dedicada ao meio ambiente), mais de 140 pessoas entregaram ao Semasa celulares, DVDs, Tvs, tablets, carregadores, rádio, torradeira elétrica, cabos, telefones fixos, dentre outros, que não tinham mais conserto e estavam guardados há um bom tempo.

“Eu juntei em casa vários celulares antigos. Passei no Paço Municipal, vi o pessoal montar a tenda e quis vir aqui de novo para descartar os aparelhos”, disse  a servente geral Lídia Alves Bezerra, que é moradora do bairro São Matheus, em São Paulo, e aproveitou a iniciativa de Santo André para dar destino correto aos celulares.

Assim que soube da iniciativa, o aposentado José Roberto Pântano, da Vila Bastos, reuniu os seus e os aparelhos dos familiares para levar até o ponto de coleta. Foram tantos eletroeletrônicos que ele precisou da ajuda de um carrinho de supermercado para fazer o transporte.  “A iniciativa é superlegal. Se você joga eletrônicos em qualquer lugar, como o pessoal faz, você está detonando o meio ambiente. Eu costumo entregar os objetos em uma Estação de Coleta, mas como apareceu essa ação, eu quis vir para cá", explicou.

Estações de Coleta – As Estações de Coleta do Semasa, localizadas em 21 bairros de Santo André já recebem gratuitamente o e-lixo e os destina para as duas cooperativas de reciclagem parceiras da cidade. Dados do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos dão a estimativa de que a produção per capita anual de lixo eletroeletrônico no município é de 3,4 kg/habitante ou, aproximadamente, 2.400 toneladas por ano.

Nesta semana de coleta especial, o objetivo do Semasa foi também divulgar este trabalho já realizado nas Estações de Coleta, além conscientizar a população sobre os danos ao meio ambiente que o descarte incorreto do e-lixo pode causar,  pois eles contêm em sua composição materiais tóxicos prejudiciais à saúde, como chumbo, mercúrio e arsênio. Os equipamentos arrecadados na ação foram encaminhados ao Projeto Lapidar, entidade social que atua com crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.

Além dos resíduos eletroeletrônicos, as Estações de Coleta do Semasa também recebem recicláveis e resíduos volumosos, como móveis, restos de pequenas construções, pneus, além de óleo de cozinha.   

Comente aqui