Data: 19/05/2022 19:17 / Autor: Caroline Terzi / Fonte: PSA

Santo André entrega revitalização do Caem e amplia atendimento

Centro de Atendimento Educacional Multidisciplinar dá suporte a alunos com dificuldades escolares ou transtornos de desenvolvimento


Crédito: Helber Aggio/PSA

A Prefeitura de Santo André entregou nesta quinta-feira (19) a revitalização do Caem (Centro de Atendimento Educacional Multidisciplinar). Com a entrega da obras de modernização, o espaço aumentou a capacidade e irá ampliar em 40% o atendimento aos alunos.

O Centro de Atendimento Educacional Multidisciplinar dá suporte a estudantes da rede municipal que apresentam dificuldades escolares ou transtornos de desenvolvimento em fala, linguagem, comportamento ou emocionais, com ou sem diagnóstico.

“O Caem simboliza o atendimento na educação inclusiva. Neste processo contamos também com o acompanhamento da equipe da Saúde em alguns casos. O processo começa neste equipamento com foco educacional, mas com a ampliação a partir da grande parceria com a Saúde, conseguiremos atender e incluir ainda mais famílias e crianças da cidade que necessitarem deste serviço ”, destaca o prefeito Paulo Serra.

A entrega da revitalização marca também a retomada das atividades presenciais do Caem, que estavam sendo realizadas de maneira remota por causa da pandemia. Uma das inovações é que o equipamento passará a oferecer Avaliação do Processamento Auditivo Central (PAC) para colaborar no desenvolvimento dos alunos, já que dificuldades escolares podem aparecer por conta de habilidades auditivas alteradas e essas habilidades são detectadas por meio deste tipo de avaliação. As habilidades auditivas englobam memória auditiva, atenção auditiva, percepção de tempo e frequência de som.

Atualmente o Caem atende 919 alunos da rede municipal, que são encaminhados exclusivamente pela unidade escolar em que a criança está matriculada. Com isso, os alunos recebem atendimento de profissionais como psicólogo, fonoaudiólogo ou psicopedagogo.

“Com a ampliação, são 13 salas de atendimento às nossas crianças neste espaço em que profissionais atuam com muito carinho. Oferecemos ainda 31 salas de recursos distribuídas pela cidade, com atendimento feito na própria escola. Com essas e outras ações, nosso sistema de inclusão é um verdadeiro modelo de práticas de inclusão”, comemora a secretária de Educação, Cleide Bauab Eid Bochixio.

Entre os serviços disponibilizados, destacam-se a avaliação com equipe multidisciplinar para alunos sem diagnóstico e que apresentam baixo rendimento escolar ou questões comportamentais que possam prejudicar o desenvolvimento da aprendizagem, além de atendimento terapêutico para alunos da Educação Infantil, Ensino Fundamental regular e Educação de Jovens e Adultos com diagnóstico desde que não seja de deficiência.

É realizada ainda a estimulação precoce para alunos da educação infantil, sem diagnóstico, mas que apresentam dificuldades escolares, característica de atraso no seu desenvolvimento pedagógico ou global, bem como sinais do Transtorno do Espectro Autista (TEA). O objetivo é atuar de maneira preventiva, estimulando esses alunos de maneira mais específica, visando seu desenvolvimento e superação de dificuldades.

“O Caem tem foco em apoiar as unidades escolares com relação aos alunos que precisam de um olhar especializado além da pedagogia e apresentam transtorno de aprendizagem, comportamental ou emocional”, reforça a diretora de Educação Inclusiva, Sandramara Gerbelli.

Revitalização - Entre as principais obras realizadas no Caem estão a adaptação de duas salas da Emeief Prof. Nicolau Moraes Barros por sala multiuso; adaptação do pátio da Emeief Nicolau Moraes Barros para sala de espera; alteração no layout da administração; troca dos pisos nas salas de atendimento e corredores; revisão elétrica; pintura interna e externa; substituição dos alambrados por gradis no muro externo, entre outras intervenções.

Comente aqui