Data: 15/04/2013 08:47 / Autor: Robson Luiz Gisoldi / Fonte: Secom PSA

Santo André entrega Conjunto Residencial Juquiá

Ministra do Planejamento, Miriam Belchior e o prefeito Carlos Grana destacam benefícios aos moradores do novo empreendimento


Prefeito e ministra entregam chaves a novas moradoras
Prefeito e ministra entregam chaves a novas moradoras

Crédito: Diego Barros/PSA

A manhã deste sábado (13) foi movida a uma tradicional “garoa paulistana”, que formou o cenário de comemoração e alegria para 132 famílias moradoras de áreas de risco dos núcleos Homero Thon e Pedro Américo, que prestigiaram a entrega do Conjunto Residencial Juquiá, no Jardim Cristiane.  A ação faz parte das comemorações dos 460 anos da cidade. Este é o primeiro condomínio entregue pela atual Administração.

O prefeito Carlos Grana e a Ministra de Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, presentes no evento, destacaram a sinergia entre a Prefeitura Municipal e o governo federal, que estão cada vez mais alinhados a elaborar projetos melhores e mais ousados para a cidade. “Conheci a realidade em que eles viviam e a situação era desumana. No início do ano havíamos traçado uma meta de construir três mil unidades habitacionais na cidade, agora traçamos outra meta: chegarmos a cinco mil. Essa entrega é apenas o começo”, afirmou o prefeito.

Seguindo a mesma opinião, Miriam destacou que o programa Minha Casa Minha Vida é de extrema importância para o desenvolvimento social das cidades. “Estamos trabalhando de forma muito sintonizada. E o prefeito Carlos Grana está certo em ousar em suas metas, pois queremos construir um milhão de moradias neste ano. É ‘por o pé na tábua’ na execução de bons projetos”, destacou a ministra.

Desde o início do ano, a Prefeitura de Santo André e a Caixa Econômica Federal assessoraram os futuros moradores nos processo de oficialização de condomínio, eleição de síndico, abertura de firma – com registro no CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica) –, abertura de conta corrente, assembleia para escolha de empresa que administradora do condomínio e contratação de companhia de fornecimento e instalação de gás, procedimentos necessários para a entrega das unidades para moradia.

A nova síndica do condomínio, Sandra Regina de Andrade, moradora do núcleo Pedro Américo há quase 20 anos, comentou a felicidade de mudar de endereço. “Aqui é um bairro muito melhor, com acesso a escolas, comércio. Antes vivíamos na beira de um córrego”, lembrou a moradora que é divorciada e tem dois filhos.

Com mais de 20 anos morando em Santo André, Izabel Chaves Moreira, de 64 anos, não escondeu a felicidade ao receber as chaves de sua unidade. “Onde morava tinha um cheio muito ruim do córrego, além de ratos e sujeita. Agora é tudo bom mesmo”, destacou.

MUDANÇAS - A partir desta segunda-feira (15), começa o cronograma de mudanças das famílias ao novo condomínio. A programação deve se estender por 45 dias. Simultaneamente, os imóveis desocupados nos núcleos Pedro Américo e Homero Thon serão demolidos e os entulhos, removidos.

Recentemente, uma nova normativa da presidenta Dilma Rousseff, voltada aos empreendimentos do programa Minha Casa Minha Vida, estabeleceu que todas as unidades habitacionais passariam a ser entregues com piso cerâmico em todos os cômodos e corredores das áreas comuns, visto que antes apenas o banheiro e cozinha tinham este acabamento. Inicialmente, o conjunto Juquiá não seria contemplado com esta normativa, devido às obras terem sido concluídas em 2012.

No entanto, graças ao trabalho da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação, em conjunto com a Caixa Econômica Federal, o piso cerâmico já foi colocado em todas as unidades.

Embora a construção dos prédios tenha sido finalizada no último ano, ainda havia trâmites que deveriam ser executados para que as famílias pudessem se mudar para os apartamentos. Os procedimentos foram retomados pela nova Administração, tornando possível a entrega efetiva do conjunto residencial.

As equipes da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação trabalham em busca de novas áreas para a produção habitacional, visando reduzir o déficit de moradias do município e remover moradores de áreas de risco, produzindo moradias mais dignas para a população.

Ao todo, os empreendimentos Juquiá/Londrina receberam R$ 27 milhões do Minha Casa Minha Vida, programa do governo federal. A Prefeitura, como contrapartida, doou o terreno.

Londrina – No mesmo evento, foi iniciada a etapa administrativa para a entrega dos apartamentos do Condomínio Residencial Londrina, com a assinatura de contrato junto à Caixa Econômica Federal. No dia 5 de abril, os futuros moradores participaram da escolha dos apartamentos.

Há ainda um cronograma composto pela entrega da documentação das últimas 70 famílias para Caixa, assinatura dos contratos, assembleia de constituição de condomínio e eleição do síndico, além de outros procedimentos necessários para a mudança. Ao todo, são 220 unidades habitacionais a serem entregues no início do segundo semestre.

Comente aqui