Data: 29/06/2016 22:07 / Autor: Paola Zanei / Fonte: Secom PSA

Santo André amplia Centro de Atendimento Educacional Multidisciplinar

Espaço, dedicado a avaliação multidisciplinar de novos alunos com suspeita de deficiência da rede teve um aumento do atendimento de 78 alunos, em 2013, para 518 alunos em 2016


Crédito: Diego Barros/PSA

A Prefeitura de Santo André, por meio da Secretaria de Educação, entregou na tarde de hoje o Centro de Atendimento Educacional Multidisciplinar, onde são realizadas avaliações multidisciplinares dos estudantes recém-chegados, intervenções terapêuticas e formação aos familiares, com instalações ampliadas. As intervenções foram necessárias para garantir o atendimento de qualidade e com conforto dos 518 alunos que utilizam o espaço. A cerimônia de entrega contou com a presença do prefeito Carlos Grana.

 “ Quando assumimos este equipamento, em 2013, eram atendidos 78 alunos da rede. Hoje, o Caem atende 518 estudantes – entre crianças, jovens e adultos - o que é um resultado fantástico e que nos enche de orgulho. Mas queremos aumentar ainda mais este número, e por isso realizamos esta ampliação. Com ela, vamos qualificar ainda mais o atendimento que já é feito aqui por uma equipe de profissionais super competentes”, destacou o prefeito Carlos Grana. Foram investidos cerca de R$ 200 mil nas melhorias do equipamento, que contou também com readequação dos espaços de atendimento de famílias e da parte administrativa, novo parque infantil e implantação de novo portão na entrada para melhorar a segurança no local.

No Caem, os estudantes têm acesso a uma equipe de profissionais formada por assistente pedagógica, médico neurologista, fonoaudiólogas, psicólogos, terapeutas educacionais e orientadores familiares, que são psicólogos, devido a um convênio firmado em 2007 com a Faculdade de Medicina ABC. “Todo o trabalho realizado no Caem tem um olhar na questão pedagógica e na saúde também. Depois da primeira avaliação, que dá aos pais e aos professores as coordenadas sobre as dificuldades de cada aluno, alguns são encaminhados para tratamento terapêutico aqui mesmo no Centro, vindo em uma ou mais vezes por semana e passando por um único profissional, ou vários”, explicou Silvério. Os pais também têm atendimento especializado com psicólogos enquanto esperam seus filhos passarem por tratamento.

Com um filho de 11 anos, que não conseguia se concentrar, nem aprender a ler e escrever, Rosimeire Sabino é uma das mães que recebeu os cuidados dos profissionais do Caem enquanto seu filho passava por atendimento. “Eu sofria muito vendo meu filho sem conseguir aprender e eu não entendia o porquê” conta. Mas, no primeiro ano a professora dele o encaminhou para tratamento e ele foi diagnosticado com Transtorno Déficit de Atenção e Hiperatividade e um atraso de três anos no aprendizado. Desde então ele passa por atendimentos no Caem. ” Hoje ele está ótimo. Escreve e lê tudo, está no quarto ano e eu estou muito feliz com esse cuidado que ele recebe. Acredito que cuidando na infância a vida deles pode ser melhore no futuro”, disse.

Sala de atendimento do novo espaço
Sala de atendimento do novo espaço

Crédito: Diego Barros/PSA

Comente aqui