Data: 17/05/2022 08:14 - Alterado em: 20/05/2022 09:33 / Autor: Redação / Fonte: CPTM

Estações Utinga e Prefeito Saladino, na Linha 10-Turquesa da CPTM, terão alterações

Plataformas das estações serão interditadas a partir de 20/05 para continuidade das obras de reforma destes locais


Trem
Trem

Crédito: Divulgação - CPTM

A partir das 22h desta sexta-feira (20/05), a circulação de trens na Linha 10-Turquesa e Serviço 710 da CPTM terá uma importante alteração que irá durar 130 dias e permitirá a continuidade das obras que estão sendo feitas nas estações Prefeito Saladino e Utinga, ambas localizadas no município de Santo André.

Durante este período, as plataformas das duas estações serão interditadas, mas em períodos alternados para minimizar o impacto aos passageiros.

Entre 20 de maio e 23 de julho, a plataforma 1 da Estação Prefeito Saladino e a plataforma 2 da Estação Utinga serão interditadas. Na prática, isso significa que os trens que seguem pela Linha 10-Turquesa em direção a Jundiaí não pararão em Prefeito Saladino e os que seguem com destino a Rio Grande da Serra não irão parar em Utinga.

Confira como o passageiro deve prosseguir caso tenha que embarcar ou desembarcar nestas estações:

• O passageiro que deseja desembarcar em Prefeito Saladino vindo de Rio Grande da Serra terá que seguir até São Caetano, desembarcar e retornar;

• Já o passageiro que embarca nesta estação com destino a Jundiaí terá que utilizar a outra plataforma, seguir até Santo André e retornar.

• O passageiro que quer desembarcar em Utinga vindo de Jundiaí deve seguir até a Estação Santo André e retornar.

• Já quem embarca nesta estação sentido Rio Grande da Serra deve viajar até São Caetano e retornar.

A partir de 24 de julho até 26 de setembro a situação se inverte: a plataforma 2 da Estação Prefeito Saladino e a plataforma 1 da Estação Utinga serão interditadas, permanecendo a necessidade das chamadas “viagens negativas”.

Desta forma, os trens que seguem em direção a Jundiaí não irão parar em Utinga e os que irão até Rio Grande da Serra não param em Prefeito Saladino. Confira como o passageiro deve proceder:

• O passageiro que quer descer em Utinga vindo de Rio Grande da Serra terá a que desembarcar em São Caetano e retornar;

• Quem quer embarcar neste local com destino a Jundiaí terá que retornar para Santo André;

• Já o passageiro que neste período vem de Jundiaí e quer desembarcar em Prefeito Saladino precisa seguir até Santo André e retornar;

• Já quem quer embarcar nesta estação em direção a Rio Grande da Serra precisa seguir até São Caetano e voltar.

Além disso, em julho será necessária uma interdição de 20 dias no Expresso Linha 10, para que sejam feitas obras nas vias. A data correta do início da interrupção do serviço será informada com antecedência aos passageiros.

As interdições das plataformas destas duas estações são necessárias para que sejam feitas obras nas estações que impossibilitam a circulação de passageiros de forma segura. Entre as obras que serão feitas está a troca e substituição de bancos e comunicação visual; remoções e substituição de gradis; troca de pisos das plataformas e saguões das estações, instalações de pisos táteis; além de instalações elétricas e hidráulicas, como iluminação e telecomunicações.

As intervenções em Utinga contemplam ainda instalação de dois elevadores para travessia da passarela existente entre plataformas, construção de rampa no acesso da Av. Paz (acessibilidade) e reforma e adequação da rampa de interligação com o viaduto (acesso norte). A Estação Utinga possui 1.783,50m² de área construída. Após as reformas, a futura estação passará a ter 1.894,90m². As obras em Prefeito Saladino contemplam a instalação de elevadores, criação de rota acessível desde o entorno da estação até o embarque ao trem com rampas de acesso, rotas táteis, sinalização, sistema de solicitação de auxílio, sanitários públicos adequados e cobertura das plataformas.

A interdição das plataformas destas duas estações tão importantes para que Utinga e Prefeito Saladino se tornem locais acessíveis e de excelência no atendimento ao passageiro na Linha 10-Turquesa. A estratégia que criamos tem como objetivo não apenas finalizar o trabalho o mais rapidamente possível com qualidade e respeito pelo passageiro, mas também minimizar os impactos para todos que utilizam esta linha”, afirma Pedro Moro, presidente da CPTM.

O período de interdições das plataformas pode sofrer pequenas alterações, que serão avisadas previamente aos passageiros nos trens e estações da Linha 10-Turquesa e da Linha 7-Rubi. Vale lembrar que os colaboradores da CPTM em Prefeito Saladino e Utinga estarão sempre à disposição para esclarecer dúvidas e indicar os caminhos para que o percurso do passageiro seja concluído com conforto e segurança.

Comente aqui