Data: 14/01/2020 16:25 - Alterado em: 17/01/2020 16:12 / Autor: Redação / Fonte: Fundação do ABC

Dra. Adriana Berringer assume Presidência da FUABC

Indicada pelo prefeito José Auricchio Júnior, médica passa a comandar cerca de 22 mil funcionários e orçamento de R$ 2,4 bilhões aprovado para 2020. Assista à vídeo-reportagem


Orlando Morando, Geraldo Reple Sobrinho, Luiz Mário Pereira de Souza Gomes, Adriana Berringer Stephan, Regina Maura Zetone e José Auricchio Júnior.
Orlando Morando, Geraldo Reple Sobrinho, Luiz Mário Pereira de Souza Gomes, Adriana Berringer Stephan, Regina Maura Zetone e José Auricchio Júnior.

Crédito: Fundação do ABC

Diretora de Saúde de São Caetano do Sul, a médica Adriana Berringer Stephan assumiu a Presidência da Fundação do ABC em 16 de janeiro. A solenidade de posse no campus do Centro Universitário Saúde ABC / Faculdade de Medicina do ABC foi prestigiada por diversas autoridades da região, entre as quais os prefeitos de São Caetano e de São Bernardo, José Auricchio Júnior e Orlando Morando, respectivamente, o vice-prefeito de Santo André, Luiz Zacarias, o deputado estadual Thiago Auricchio e o vice-reitor da FMABC, Dr. Fernando Luiz Affonso Fonseca. O governador João Doria, o vice-governador, Rodrigo Garcia, e o prefeito da Capital, Bruno Covas, foram alguns dos que enviaram mensagens de congratulações à nova presidente.

Dentro da gestão tripartite que rege a FUABC, as prefeituras instituidoras – Santo André, São Bernardo e São Caetano – se revezam na administração da entidade a cada dois anos. Dra. Adriana Berringer Stephan foi indicada pelo prefeito José Auricchio Júnior e eleita por unanimidade em 12 de dezembro, durante reunião extraordinária do Conselho de Curadores – órgão máximo de deliberação da Fundação do ABC. Designado por São Bernardo, o presidente anterior, Dr. Luiz Mário Pereira de Souza Gomes, assumiu a vice-Presidência nessa nova gestão, que corresponde ao mandato 2020-2021. Não houve mudança na Secretaria-Geral, que segue sob comando de José Antônio Acemel Romero, indicado por Santo André.

Cirurgiã geral e endoscopista, Dra. Adriana terá o desafio de comandar uma das maiores instituições do País, com orçamento de R$ 2,4 bilhões aprovado para 2020. Hoje a Fundação do ABC é gestora de 15 hospitais e 4 AMEs (Ambulatórios Médicos de Especialidades), além do Centro Universitário Saúde ABC e da Central de Convênios, que dirige uma série de contratos de gestão e convênios.

Segundo a nova presidente, uma de suas missões será construir um novo padrão de governança. “Há, ainda, muito a ser feito. Investimento na profissionalização da gestão, com adoção de ferramentas de tecnologia e informação; construção de protocolos e uniformização de condutas; capacitação de mão de obra; e amplo e intenso estreitamento com a Faculdade de Medicina do ABC”, ressaltou Dra. Adriana, que se emocionou ao lembrar de sua trajetória na FMABC, hoje Centro Universitário Saúde ABC. “Há exatos 32 anos eu chegava nesse campus pela primeira vez, com uma alegria incontida por um grande sonho realizado”.

Também ex-aluno da FMABC, o prefeito José Auricchio Júnior projetou avanços na gestão da Fundação. “A posse da Dra. Adriana na Presidência nos dá a perspectiva de uma gestão fiscal responsável, plano claro de planejamento e de metas e valorização da meritocracia. O desafio será transformá-la na maior e melhor Organização Social de Saúde do Estado de São Paulo”.

NO RANKING DAS MAIORES

Caracterizada como pessoa jurídica de direito privado, qualificada como Organização Social de Saúde, a FUABC encerrou 2019 com total de 21.995 funcionários diretos atuando em Santo André, São Bernardo, São Caetano, Mauá, Guarulhos, Itatiba, Itapevi, São Paulo (Capital) e Mogi das Cruzes, além de Praia Grande, Santos e Guarujá.

Divulgada em 2019, a mais recente edição do ranking “Valor 1000”, do jornal Valor Econômico, listou as 1.000 maiores empresas do País e classificou a Fundação do ABC em 282° lugar. Ao filtrar o ranking por categorias, a instituição do ABC é a 8ª maior do País em sua área de atuação, a de ‘Serviços Médicos’.

Também no ano passado, a Revista Exame publicou a 46ª edição especial “MELHORES & MAIORES”, que reconhece o sucesso das empresas que movimentam os mais importantes setores da economia nacional. Entre as 1.000 empresas listadas, a Fundação do ABC ocupa a 331ª colocação.

“A ideia de não haver retrocesso na Fundação do ABC é clara, absoluta e inequívoca. Vamos trabalhar para avançar ainda mais, em busca do melhor futuro para a FUABC. A implantação do programa de compliance na mantenedora e nas unidades gerenciadas está entre as prioridades”, garante Dra. Adriana Berringer.

MAIS DE 50 ANOS DEDICADOS À SAÚDE

Entidade filantrópica de assistência social, saúde e educação, a Fundação do ABC foi criada em 1967, instituída como fundação sem fins lucrativos pelos municípios de Santo André, São Bernardo e São Caetano. É declarada instituição de Utilidade Pública nos âmbitos federal, estadual e na cidade-sede de Santo André. Com o passar dos anos, a FUABC se tornou parceira estratégica de prefeituras e do Governo do Estado na gestão e assistência em saúde.

Primeira unidade mantida da Fundação do ABC, a Faculdade de Medicina do ABC foi fundada em 1969 e está entre as melhores instituições de ensino do País, contando com 10 cursos de graduação: Medicina, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Terapia Ocupacional, Nutrição, Psicologia, Gestão em Saúde Ambiental, Tecnologia em Gestão Hospitalar e Tecnologia em Radiologia.

Nesse contexto, a nova presidente afirmou que terá olhar especial para a Medicina ABC. “Venho representando São Caetano e um prefeito que é ex-aluno da FMABC. Temos um carinho diferente, um cuidado especial com a Faculdade, que agora é Centro Universitário. Vamos unir forças para que a escola continue crescendo e se desenvolvendo, e para que nos auxilie, com sua expertise, no aprimoramento constante dos processos assistenciais, em favor da população que utiliza os equipamentos de saúde”.

Comente aqui