Data: 08/11/2019 11:58 / Autor: Redação / Fonte: CDHU

CDHU reúne comunidades na 1ª Mostra Cultural e Gastronômica do Jd Santo André

Famílias atendidas pela Companhia em seus projetos sociais na Serra do Mar, Pantanal, Pimentas e Jardim Santo André irão exibir seus produtos e talentos ligados à arte


Como mais um resultado do trabalho técnico-social da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), braço operacional da Secretaria de Estado da Habitação, neste sábado (09/11) haverá a inauguração da 1ª Mostra Cultural e Gastronômica do Jardim Santo André. O evento irá contar com a participação de famílias atendidas pelos projetos sociais desenvolvidos no âmbito de programas de urbanização da CDHU.

A mostra vai expor produtos e talentos ligados à gastronomia, cultura e artes do Programa de Recuperação Socioambiental Serra do Mar, em Cubatão, Projeto Pimentas, em Guarulhos, Projeto Pantanal, na zona Leste da cidade de São Paulo, e Projeto Jardim Santo André, em Santo André. Em todos esses programas de urbanização, a CDHU desenvolve projetos sociais junto às comunidades, voltados à cidadania, cultura, identidade com o espaço habitado, promoção da autonomia e emancipação comunitária, requalificação profissional, geração de renda e sustentabilidade.

O evento no Jardim Santo André terá música, dança, culinária, exposição de produtos, arte, cultura e lazer, garantindo a presença de artistas locais, feiras de artesanato e de pratos típicos das regiões norte, nordeste e mineira. Pratos veganos e comidas naturais também estão incluídos nas exibições. Artistas como MC, Rapper Arnaldo Tifú, a performer Luana Albeniz, o músico e poeta Luck Vas e outros artistas locais das áreas de atuação social da CDHU estão confirmados na mostra.

"O trabalho social fortalece as comunidades atuando na organização comunitária e no fomento ao desenvolvimento local, promovendo interações entre os grupos em que atua", explica a gerente social de ação em recuperação urbana e fomente ao desenvolvimento local da Companhia, Walkyria Marques de Paula, gerente de Ações de Recuperação Urbana. Segunda ela, o objetivo do evento é aproximar a população de Santo André e do ABC de todos os projetos sociais da CDHU, a fim de manter o apoio ao trabalho dessas comunidades.

Além da exibição cultural e gastronômica, os visitantes poderão usufruir também do "Tour das Artes", com paredes e muros onde estarão expostas obras de artistas consagrados do grafitti da região do ABC e de São Paulo, como B-47, EMOL, Pixote e Dan Roots.A entrada na mostra é gratuita e os visitantes, além de toda a experiência nas tendas de cada um dos projetos, poderão participar de workshops (também gratuitos) sobre plantio, culinária e artes.

Projeto Pimentas - O Programa de Urbanização Integrada Pimentas vem efetuando ações de recuperação urbana e regularização fundiária no Sítio São Francisco, em Guarulhos. As famílias moradoras do bairro Pimentas faziam parte das estatísticas da grande concentração de pessoas que viviam em assentamentos precários, sem infraestrutura, sem saneamento básico e equipamentos públicos, além de acesso precário à saúde, educação e outros meios sociais. Antes da criação do Projeto Pimentas, entre 1998 e 2007, a CDHU já havia construído 2.462 unidades habitacionais no bairro. Em 2008, a Companhia realizou um estudo socioeconômico na região, onde existe um assentamento precário, e iniciou o projeto com o objetivo de contemplar 4.500 famílias com novas moradias e obras de urbanização.

Atualmente, estão vigentes cinco projetos sociais no Pimentas: "Criadoras de Sabores, "Com Com Pimentas", "Viveiro Escola", "Varre Vila" e "Música no Pimentas". Mais informações podem ser obtidas nos links: projetocomcompimentas.wordpress.com/ e facebook.com/ProjetoComCom.Pimentas/.

Programa Serra do Mar - O Programa de Recuperação Socioambiental da Serra do Mar é um dos principais projetos do Governo de São Paulo para promover a conservação, o uso sustentável e a recuperação socioambiental do Parque Estadual da Serra do Mar. Iniciado em 2007, o programa é desenvolvido pelas secretarias estaduais da Habitação, por meio da CDHU, e Meio Ambiente. A intervenção em Cubatão abrange cerca de 7 mil famílias, em seis núcleos de favela.

Atualmente, estão vigentes os seguintes projetos sociais na Serra do Mar: Ateliê Arte nas Cotas, Com Com Serra do Mar, Nesdel/Do Ninho, Cota Viva, Varre Vila e Tur na Serra. Veja o vídeo sobre esses projetos no link: http://bit.ly/2YmBAEf

Jardim Santo André - A área de intervenção do Programa de Urbanização Integrada do Jardim Santo André possui aproximadamente 1.500.000 m² e é composta por seis núcleos de favelas: Lamartine, Dominicanos, Cruzado, Missionários, Campineiros e Toledanos, distribuídos em 6 Glebas. Em 1980, iniciou-se um processo de intervenção no Jardim Santo André com o reassentamento de famílias em unidades habitacionais construídas e financiadas pela própria Companhia. Mais de três mil famílias já foram beneficiadas com novas moradias. Nos anos 1990, a CDHU deixou de ser apenas produtora de moradias e passou a investir também em urbanização, ou seja, remoção mínima de moradias, mantendo boa parte das famílias no próprio local.

Atualmente, estão ativos no bairro os projetos sociais Lab.Urbe, voltado à comunicação comunitária, arte urbana e intervenções artísticas; Cozinha do Gueto, uma economia solidária fundamentada no resgate e valorização dos saberes locais; Ateliê de Costura e Viveiro Escola.

Projeto Pantanal - No Projeto Pantanal, em União de Vila Nova, a CDHU investiu na construção de moradias, praças, ruas, calçadas, redes de água e esgoto e iluminação pública. Paralelamente às obras, desde a CDHU desenvolve um trabalho social permanente, formando agentes comunitários e promovendo cursos de capacitação profissional e oficinas educativas para a sustentabilidade da comunidade e desenvolvimento do potencial crítico dos moradores. Por meio destas ações organizacionais e participativas, busca-se contribuir não só para o fortalecimento do tecido social, mas também para a própria sustentabilidade socioeconômica e socioambiental do projeto de urbanização.

Hoje funcionam os projetos Participação e Organização Comunitária, com Fórum de Desenvolvimento Sustentável; Economia solidária com Cooperativa de Reciclagem Nova Esperança e Educação ambiental com Viveiro-Escola e Mulheres do GAU.

SERVIÇO

1ª Mostra Cultural e Gastronômica do Jardim Santo André

Data: 09/11/2019.

Horário: 13h às 19h.

Local: Rua Hamurabi, nº 375 - Jd. Santo André / Núcleo Lamartine.

Contato: (11) 96703-3666 - WhatsApp.

Entrada Gratuita.

Crédito: divulgação

Comente aqui