Data: 24/06/2019 09:29 / Autor: Redação / Fonte: Sesc Santo André

Bruna Caram e Marina de La Riva fazem show duplo no Sesc Santo André

No palco, as cantoras mesclam elegância e vigor ao interpretar repertório que possui um único tema: a vingança amorosa


Bruna Caram e Marina de La Riva fazem show duplo no Sesc Santo André
Bruna Caram e Marina de La Riva fazem show duplo no Sesc Santo André

Crédito: divulgação

No último final de semana do mês, o Teatro recebe o show Baile da Revanche, parceria inédita entre as cantoras Bruna Caram e Marina de La Riva. 

Nessa parceria, Bruna e Marina apresentam uma festa em homenagem à dor de cotovelo e a volta por cima, tendo no repertório canções de Roberto Carlos a Araketu, Martinho da Vila, Daniela Mercury, Tim Maia, Beth Carvalho, Zeca Pagodinho, Johnny Hooker, Ney Matogrosso, Erasmo Carlos e outros.

Assim, sem perder a postura e a temática, as cantoras trazem para o palco canções das mais finas às mais populares. Com elegância e vigor, as cantoras serão acompanhadas por Daniel Oliva (direção musical, violão e guitarra), Fernanda Horvath (baixo), Silvanny Sivuca (bateria) e Edy Trombone (trombone e percussão).

Bruna Caram nasceu em uma família musical, e recebeu influências desde pequena de sua avó Maria Piedade, cantora de rádio nos anos 1950, e o avô Jamil Caram, violonista 7 cordas e músico reconhecido. Sua carreira começou ainda menina, como integrante do grupo Trovadores Urbanos, onde permaneceu até os 18 anos de idade. Em sua carreira solo, possui quatro discos lançados: Essa Menina (2006), Feriado Pessoal (2009), Será Bem-Vindo Qualquer Sorriso (2012) e Multialma, seu primeiro álbum autoral lançado em 2017 e produzido por Alexandre Fontanetti e Zeca Baleiro, com canções em parceria com Roberta Sá, Chico Cesar, Paulo Novaes, Pedro Luís, Otavio Toledo e Duda Brack.

Estudiosa de teatro desde 2012 com a diretora e atriz Cris Ferri, Bruna é formada em música pela Unesp e segue estudando ballet clássico, tecido acrobático, desenho e interpretação. Toca acordeon, piano, violão e cavaquinho, e é professora de canto, coral adulto e preparação vocal para atores. Uma artista que vive de arte em todas as suas possibilidades.

Filha de pai cubano e mãe brasileira, Marina De La Riva é reconhecida pela mistura de ritmos cubanos com elementos da música brasileira em suas canções. Apesar de ser criada em família musical, Marina despertou seu lado cantora apenas em 2004. Três anos mais tarde, viajou à Cuba para gravar seu primeiro disco, Marina De La Riva, que também teve canções gravadas no Brasil e contou com a participação de Davi Moraes e Chico Buarque. O álbum foi aclamado pelo público e pela crítica, e ganhou no mesmo ano o prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte como Revelação Feminina na categoria Música Popular.

Após seu primeiro disco, Marina De La Riva lançou mais dois trabalhos: o DVD Marina De La Riva ao vivo em São Paulo, gravado no Teatro Bradesco, em São Paulo, com participações do Maestro Fabian Garcia, Andreas Kisser e Paulo Flecha; e o álbum Idílio, produzido por Pupillo e Pepe Cisneros, e conta com a participação do trombonista Raul de Souza.

Baile da Redenção, com Bruna Caram e Marina de La Riva

Dia 28/6, sexta-feira, às 21h.

Dia 29/6, sábado, às 20h.

No Teatro.

Recomendação etária: 12 anos.

Ingressos nos valores de R$ 20,00 (inteira), R$ 10,00 (meia-entrada) e R$ 6,00 (trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo e seus dependentes com Credencial Plena). Disponíveis no Portal Sesc SP a partir de 18/6, às 12h, e nas Bilheterias da Rede Sesc a partir do dia 19/6, às 17h30.

Comente aqui