Data: 16/04/2013 16:14 / Autor: Robson Luiz Gisoldi / Fonte: Secom PSA

Banco do Povo conta com R$ 800 mil em caixa para empréstimos a empreendedores

Unidade de Santo André possui taxas atrativas de 0,5% ao mês; somente no primeiro trimestre de 2013, instituição já emprestou R$ 191,3 mil


O maior atrativo do Banco é a taxa de juro de 0,5% ao mês
O maior atrativo do Banco é a taxa de juro de 0,5% ao mês

Crédito: Diego Barros

 

O empreendedor de Santo André que precisa de capital para investir em seu negócio próprio possui uma excelente ferramenta para obter crédito com juros baixos.  A unidade do Banco do Povo Paulista da cidade conta com cerca de R$ 800 mil em caixa disponível em diferentes linhas de financiamento.

Somente no primeiro trimestre deste ano, a instituição emprestou R$ 191,3 mil – divididos em 35 contratos – a empresários interessados em alavancar seus negócios, sendo a maior parte dos segmentos de estética, alimentação e vestuário. O volume de recursos já aplicados em linhas de crédito chegou a R$ 2,1 milhões até o fim de março.

 “Queremos ampliar ainda mais o volume de contratos de financiamento para pequenos empresários do município. Acredito que agora, com o início da nossa Sala do Empreendedor, seremos um grande apoio ao empresário que acaba de abrir seu negócio”, acredita a gestora do Banco do Povo de Santo André, Rosemar Ferreira de Oliveira Ficher.

O maior atrativo do Banco é a taxa de juro de 0,5% ao mês, muito baixa comparada com a oferecida pelas instituições de crédito tradicionais. Os empréstimos vão de R$ 200 a R$ 3 mil para empreendedores informais e até R$ 5 mil para empreendedores formalizados (valores para início de negócio). Para cooperativas o teto é R$ 25 mil.

Os recursos do Banco do Povo Paulista são voltados, exclusivamente, a empreendedores que comprovadamente utilizam os recursos para investimento no próprio negócio, seja em capital de giro (compra de mercadorias, conserto de máquinas, equipamentos e veículos) ou investimento fixo (compras de máquinas, equipamentos, veículos utilitários e ferramentas).

ATENDIMENTOS – Desde janeiro, o Banco do Povo imprimiu uma dinâmica de trabalho mais produtiva, focando o fornecimento de crédito aos empreendedores. Os agentes de crédito da unidade estão sendo motivados a aumentar a produtividade e são incentivados a fazer visitas às comunidades para divulgar as linhas de financiamento disponíveis. Além disso, o Banco tem atuado de maneira proativa, tomando iniciativa de trabalhar com alguns segmentos, como é o caso dos motofretistas.

 “O Banco têm recursos disponíveis, mas, acima de tudo, conta com uma nova postura no atendimento dos empreendedores e uma nova maneira de fazer a gestão da instituição”, conclui a gestora, ao destacar que, no primeiro trimestre de 2013, o número de atendimentos subiu 6%, comparado com o mesmo período do ano passado, chegando a 175 visitantes.

Dados do Sebrae (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo) revelam que as micro e pequenas empresas de Santo André têm uma atuação importante para a economia da cidade e o Banco do Povo Paulista ajuda a fomentar este setor. Pesquisa recente indicou que o segmento de vestuário tem 1.182 empresas, sendo 739 de materiais de construção, 818 de autopeças, 1.933 de alimentação, 329 de confecção, 190 do setor moveleiro, 360 do metal mecânico e 192 do gráfico.

MOTOFRETISTAS – Com a resolução do Contran (Conselho Nacional de Trânsito) – que determina novas regras de segurança para os motofretistas – vários profissionais da região terão de passar por curso preparatório e adotar as medidas. A determinação, que começou a valer em fevereiro de 2013, prevê investimentos em itens que podem ser financiados pelo Banco do Povo Paulista de Santo André.

Observando essa possibilidade, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Trabalho da cidade reuniu-se com o Sindicato dos Motoboys do ABC para divulgar a disponibilidade de recursos para os trabalhadores do setor que moram no município.

O crédito especial para motofrete oferece até R$ 6 mil em recursos que podem ser pagos em até 24 meses, com juro de 0,5% ao mês. O valor pode ser empregado na aquisição de uma motocicleta ou do kit motofrete, que inclui capacete com faixa, colete de segurança com selo do Inmetro, baú com faixa e protetor de peças com rastreabilidade para combater furtos e desmanche de equipamentos. Para ser definido como motofretista, o profissional precisa apresentar carteira de trabalho, holerite, certificado de conclusão do curso e carteira de habilitação categoria A com a formação de motofretista.

Para a secretária de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Trabalho, Oswana Fameli, “incentivar o desenvolvimento por meio do recurso do Banco do Povo para micro e pequenos empreendedores é uma importante ferramenta para a cidade”, avalia.

O Banco do Povo Paulista é um programa desenvolvido pelo Governo do Estado de São Paulo, administrado pela SERT (Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho), em parceria com as prefeituras, com o objetivo de gerar emprego e renda por meio da concessão de linhas de microcrédito. Em Santo André, a agência possui três anos e atende no Paço Municipal, no térreo I, de segunda a sexta-feira das 9h às 16h. Em frente à nova Sala do Empreendedor. Informações podem ser obtidas pelos telefones (11) 4991-2701/1913/5180.

Comente aqui