Data: 14/01/2022 15:06 / Autor: Redação / Fonte: PMETRP

Zoonoses de Ribeirão Pires intensifica combate a focos da dengue no Cemitério Municipal

Ação preventiva eliminou possíveis criadouros do Mosquito Aedes Aegipty


Agentes da Zoonoses realizam trabalho de prevenção contra o mosquito Aedes Aegypti
Agentes da Zoonoses realizam trabalho de prevenção contra o mosquito Aedes Aegypti

Crédito: PMETRP

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Ribeirão Pires realizou na manhã desta quinta-feira, dia 13, um mutirão para inspeção no cemitério municipal, com o objetivo de prevenir e acabar com possíveis focos do mosquito Aedes Aegipty, transmissor das arboviroses (Dengue, Zika Vírus, Chikungunya e Febre Amarela).

O período de chuvas somado ao calor dos primeiros meses do ano, é um cenário considerado como adequado para a proliferação dos focos, de acordo com o veterinário Paulo Sérgio França, responsável pelo CCZ da cidade. “Sabemos que a época de chuva, somado ao calor, entre janeiro e fevereiro, é o momento propício à reprodução e proliferação do mosquito e o cemitério municipal acaba sendo um potencial foco para essa concepção, por conter vasos e plantas que acumulam água e se tornam o cenário perfeito”, explicou o veterinário.

Justamente para evitar essa proliferação que o Centro de Controle de Zoonoses intensifica também as ações preventivas como esta de quinta-feira. Entretanto, é necessário também contar com a colaboração da população. “Pedimos que, ao visitar seu ente querido, a população evite deixar os vasos de plantas virado para cima, ou ao ver um vaso nestas condições, nos ajude a mantê-lo numa posição em que não acumule água”, pediu Paulo.

As larvas que foram coletadas durante a ação foram encaminhadas para o CCZ para análise e possível identificação do mosquito Aedes Aegypti.

Comente aqui