Data: 01/02/2019 11:24 - Alterado em: 11/06/2019 16:51 / Autor: Redação / Fonte: Prefeitura de Ribeirão Pires

Saúde de Ribeirão Pires aprimora atendimento do Melhor em Casa

Em reuniões realizadas pela Prefeitura, familiares de pacientes da Atenção Domiciliar esclarecem dúvidas e recebem orientações sobre cuidados


Secretaria de Saúde da Prefeitura de Ribeirão Pires realiza mensalmente reuniões com pessoas envolvidas no Melhor em Casa
Secretaria de Saúde da Prefeitura de Ribeirão Pires realiza mensalmente reuniões com pessoas envolvidas no Melhor em Casa

Crédito: Mariana Rodrigues

Como parte do calendário de atividades permanentes da Atenção Domiciliar, a Secretaria de Saúde da Prefeitura de Ribeirão Pires realiza mensalmente reuniões com pessoas envolvidas no Melhor em Casa. No final de maio, familiares e cuidadores participaram de encontro que tratou sobre desafios e demandas dos pacientes atendidos pelo programa.

“Esse é um momento de traçarmos metas para aprimorar os atendimentos prestados, especialmente junto aos acamados. Cada cuidador apresenta as necessidades de seus pacientes para, juntos, traçarmos novas metas no que chamamos de ‘plano terapêutico singular’”, explicou a enfermeira responsável pelo Melhor em Casa, Célia Regina.

Questões como cuidados com sondas, higiene pessoal, alimentação, hidratação, entre outras, foram abordadas com os familiares. Os pacientes recebem pelo programa visitas permanentes das equipes da Secretaria de Saúde, de acordo com o quadro clínico de cada um.

Investimentos no Melhor em Casa

Em janeiro de 2018, a Prefeitura da Estância Turística de Ribeirão Pires inaugurou nova sede do Melhor em Casa, localizada na Avenida Santo André, no Centro Alto. Por meio do programa federal, que repassa mensalmente ao município R$ 50 mil, a Prefeitura realiza atendimento e acompanhamento de internações domiciliares.

A formalização do Melhor em Casa em Ribeirão Pires foi efetivada pela Prefeitura no início de 2017, com a apresentação de projeto ao Ministério da Saúde e adesão ao programa federal.

"O programa era realizado em anos anteriores informalmente, sem estrutura para o bom desenvolvimento do trabalho dos profissionais. Com a adesão do município junto ao Ministério da Saúde, a inauguração de nova sede e a entrega de veículo de uso exclusivo para a equipe, fortalecemos o atendimento prestado e garantimos ainda mais qualidade à Atenção Domiciliar, que faz toda a diferença para quem mais precisa", observou a secretária de Saúde, Patrícia Freitas.

Para receber o atendimento, o paciente deve apresentar laudo médico solicitando a inclusão no Melhor em Casa. A equipe multiprofissional do programa realiza visita ao paciente para avaliação do caso e iniciar os cuidados necessários, estabelecidos de acordo com a condição de cada quadro.

Comente aqui