Data: 08/10/2019 13:17 / Autor: Redação / Fonte: PMETRP

Ribeirão Pires promove conscientização contra bullying no Jardim Caçula

Palestra realizada em escola estadual busca a sensibilização da comunidade escolar e melhoria do ambiente de ensino


Escola Estadual Farid Eid, no Jardim Caçula, promove sensibilização com alunos do ensino médio
Escola Estadual Farid Eid, no Jardim Caçula, promove sensibilização com alunos do ensino médio

Crédito: PMETRP

Cerca de 150 alunos do ensino médio da Escola Estadual Farid Eid, no Jardim Caçula, participaram de palestra de conscientização sobre a prática do bullying, além de roda de conversa, promovida pela Prefeitura da Estância Turística de Ribeirão Pires, por meio SPAIS - Secretaria de Participação e Inclusão Social.

O projeto, idealizado por psicólogo da SPAIS, foi executado a pedido da direção da unidade escolar, pelo segundo ano consecutivo. Teve como objetivo a reflexão sobre a prática e suas consequências na vida do indivíduo.

“Esse projeto é muito importante para a redução de conflitos e para uma boa convivência no ambiente escolar, despertando a empatia, solidariedade e respeito mútuo. É uma experiência comovente que nos faz refletir profundamente sobre o nosso papel como cidadão", explicou o professor de sociologia e filosofia da instituição, Wilson Leopoldino.

O “bullying” é todo ato de violência física ou psicológica, intencional e recorrente, praticado por indivíduo ou grupo contra uma ou mais pessoas. Além da palestra, também foi aplicada pesquisa sobre o tema, permitindo a análise estatística da prática do bullying na escola. 

“O objetivo é fazer com que os participantes reflitam. Quando trazemos o assunto à tona, o grupo compreende e pode adotar uma nova postura, escolhendo a sociabilidade no lugar do sofrimento e violência”, explicou o psicólogo da SPAIS, Edglay de Souza André.

“Após a sensibilização, a unidade escolar se responsabiliza pelo acompanhamento dos resultados para avaliarmos as necessidades de novas ações. Com as intervenções feitas no ano passado, o resultado foi a redução dos casos de bullying e as consequentes queixas de alunos e pais à direção da escola”, concluiu o profissional.

Comente aqui