Data: 07/08/2020 09:47 / Autor: Redação / Fonte: PMETRP

Ribeirão Pires fortalece ações no mês de Combate à Violência Contra a Mulher

Prefeitura reforça divulgação de canais de atendimento como o Whatsapp para denúncias, orientações e acompanhamento às vítimas na cidade


Crédito: PMETRP

A Secretaria de Assistência Social e Cidadania (SASC) da Prefeitura de Ribeirão Pires está reforçando as ações de combate à violência contra a mulher. A iniciativa integra a Campanha Agosto Lilás – mês celebrado em todo País com objetivo de alertar a população sobre a importância da prevenção e do enfrentamento à violência, incentivando as denúncias de agressão (físicas; psicológicas; sexuais; morais e até patrimoniais).

Em Ribeirão Pires, mulheres em situação de violência contam com o serviço de proteção às vítimas realizado pela Coordenadoria de Mulheres (equipamento integra serviços do Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS). O local iniciou os atendimentos em março de 2019, conforme Lei Municipal Nº 6.325/19. Entre os meses de março e dezembro do ano passado, foram realizados 139 atendimentos. Neste ano, até o final de junho, foram 79 atendimentos realizados.

“Trabalhamos em ações de prevenção e de conscientização da população nesta luta contra a violência à mulher. Infelizmente, sabemos que muitas de nós ainda sofre com agressões físicas, psicológicas, entre outros tipos. Por essa razão, fortalecemos o trabalho de acolhimento e orientação às vítimas, como forma de garantir o acesso dessa moradora aos serviços de proteção, para que tenha seus direitos assegurados”, avaliou a secretária de Assistência Social e Cidadania de Ribeirão Pires, Elza Iwasaki.

Em junho deste ano, a Prefeitura criou novo canal de atendimentos às mulheres vítimas de violência pelo Whatsapp (11) 9.3058-7421 (que também atende ligações a cobrar/ 24h). A ampliação do atendimento segue novas diretrizes do Governo Federal estabelecidas neste período de combate ao coronavírus.

Moradoras em situação de violências física, psicológica, patrimonial, moral, sexual, além de outras violências de gênero, podem procurar atendimento tanto por telefone, quanto presencialmente, junto à Coordenadoria de Mulheres, na Rua Batista Lion, 108 – Centro. O serviço também pode ser acessado pelo telefone 4828-6434/ e-mail creasrp@ribeiraopires.sp.gov.br. O atendimento presencial e por telefone para os casos de emergência no local é feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Denúncias de violência contra a mulher também podem ser feitas pelos canais 153 – GCM; 190 - Polícia Militar; e 180 – Central de Atendimento à Mulher, ligada ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos do Governo Federal.

Comente aqui