Data: 29/06/2022 14:48 / Autor: Redação / Fonte: PMETRP

Profissionais da Educação de Ribeirão Pires conhecem Escola Municipal de Artes

Circuito EMARP, novo projeto da Secult, visa sensibilizar docentes e estimular novas práticas pedagógicas nas salas de aula


Projeto também visa aproximação entre cultura e educação
Projeto também visa aproximação entre cultura e educação

Crédito: PMETRP

Com o objetivo de promover a sensibilização e estimular a criatividade dos profissionais da Rede Municipal, a Secretaria de Educação e Cultura (Secult) de Ribeirão Pires criou o Circuito EMARP. A primeira ação do projeto, realizada nesta terça-feira, dia 28, levou representantes de todas 33 unidades de ensino municipais à Escola de Artes de Ribeirão Pires (EMARP), o polo cultural da cidade.

Os mais de 53 docentes que conheceram o espaço de belas-artes foram introduzidos aos núcleos artísticos que, individualmente, promoveram diversas oficinas pedagógico-culturais como “Teatro é Ação”; “Imersão em Dança”; “Música na Parte e no Todo” e “O Audiovisual na Sala de Aula Veio Pra Ficar”.

“A educação transforma o mundo”, declarou a Coordenadora da E.M. Herbert José de Souza, Larissa Lavinas, que esteve presente nas atividades. “Essa fusão da Cultura e Educação, pautada, principalmente, na educação infantil, que é a base de nossa sociedade, foi algo muito importante. Os nossos professores tiveram uma excelente recepção e nós nos sentimos em casa. Podemos desdobrar muitas ações pedagógicas com essa experiência", concluiu.

Já o Coordenador do Núcleo de Música da Escola de Artes, Demétrio Montealegre, detalha a importância da arte para a formação. “Foi uma experiência significativa para todos os docentes. Aqui, na EMARP, nós também trabalhamos com a formação, então sabemos que proporcionamos um trabalho consistente no ensino da arte. Levar o nome da EMARP para todas as nossas escolas municipais é mostrar a importância da arte para a formação do indivíduo”, concluiu.

Comente aqui