Data: 13/08/2020 13:32 / Autor: Redação / Fonte: PMETRP

Obras do Complexo Hospitalar de Ribeirão Pires seguem em ritmo acelerado

Prefeito Kiko esteve com equipes que estão trabalhando no pavimento térreo


Obras do Complexo Hospitalar Santa Luzia
Obras do Complexo Hospitalar Santa Luzia

Crédito: PMETRP

O Prefeito de Ribeirão Pires, Adler Teixeira - Kiko, esteve nesta quinta-feira, dia 13, vistoriando as obras do Complexo Hospitalar Santa Luzia. As equipes de Obras estão concentrando trabalho no piso térreo onde estarão situados os centros cirúrgicos com leitos para internação.

Neste local, a Secretaria de Obras está finalizando acabamento e construindo área de conforto para recepção de pacientes que forem encaminhados ao Centro Cirúrgico.

A ordem de início para retomada das obras foi assinada pelo prefeito Adler Teixeira - Kiko no dia 1° de julho. Por conta de irregularidades em 2015, a construção havia sido paralisada. A Prefeitura destinou cerca de R$ 1,5 milhão para a retomada da obra.

Desde 2017, nós mantivemos diálogo aberto com o Governo do Estado, apresentando e reiterando, de forma permanente, o pleito de recursos necessários à retomada e conclusão do Complexo Hospitalar Santa Luzia. Em 2019, tivemos o compromisso do governador João Doria de liberar a verba. Infelizmente, por conta da pandemia, não será possível ao Estado realizar o aporte. Compreendemos as razões do Estado e, sabendo a importância da preservação da obra do hospital, destinamos recurso municipal, que seria usado no Festival do Chocolate, para retomar a construção do equipamento”, declarou o prefeito Kiko. A edição 2020 do Festival do Chocolate foi cancelada em decorrência às normas de segurança referentes ao Coronavírus.

Sobre o Complexo Hospitalar Santa Luzia

O Complexo Hospitalar Santa Luzia teve obras iniciadas em 2008. Trata-se de projeto dividido em cinco blocos. Foram construídos e entregues os blocos onde funcionam a Secretaria de Saúde e a UPA Santa Luzia. No edifício que abrigará o hospital, no 2º andar, foi concluída a construção de laboratório de análises clínicas, em funcionamento.

A construção do equipamento conta com recursos do Estado e do Governo Federal. As obras foram paralisadas em 2015, por irregularidades no convênio com a União. Antes disso, em 2013, os blocos construídos com recursos estaduais também tiveram obras paralisadas.

O Complexo Hospitalar contará com centro cirúrgico/obstétrico; centro clínico, pediatria e maternidade; bem como leitos de internação.

Em 2017, o município retomou o projeto do Complexo Hospitalar. Naquele ano, a Prefeitura entregou o projeto e solicitou verba para as obras ao então governador do Estado, Geraldo Alckmin. O governo sinalizou positivamente a liberação dos recursos em questão. O convênio foi firmando no ano seguinte, 2018, assinado pelo governador Marcio França.

Porém, na troca do governo, o atual governador, João Doria, cancelou o convênio. Em julho de 2019, durante evento de inauguração de obra em Ribeirão Pires, o governador Doria anunciou a liberação do montante total de R$ 8 milhões para a conclusão do Complexo Hospitalar. A expectativa do município era receber a verba no primeiro semestre deste ano. O cronograma de investimentos do Estado, entretanto, foi alterado em razão da pandemia do coronavírus.

Comente aqui