Data: 19/06/2019 15:21 / Autor: Redação / Fonte: PMM

Usuários do CAPS participarão das Oficinas Culturais como modo de tratamento

As aulas serão realizadas ao ar livre, no Parque da Juventude, com a presença de técnicos da saúde


Usuários do CAPS participarão das Oficinas Culturais como modo de tratamento
Usuários do CAPS participarão das Oficinas Culturais como modo de tratamento

Crédito: Divulgação PMM

O convívio social é um direito de todos e incluir pessoas que estão em vulnerabilidade em ações culturais, fora dos tradicionais espaços de tratamento, auxilia na terapia e desenvolve a psicomotricidade, ou seja, o relacionamento com o próprio paciente e o mundo. Esse método transformador envolve o trabalho integrado das secretarias de Saúde e Cultura de Mauá.

A partir da semana que vem (24/6), as Oficinas Culturais atenderão 40 usuários dos três Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), o infantil, o adulto e o que acolhe os dependentes de álcool e drogas. De acordo com a prefeita, antes as aulas eram realizadas dentro dos CAPS, mas com esta mudança os resultados podem ser ainda melhores. “Todos os alunos terão uma percepção diferente sobre as aulas ao ar livre porque terão contato com a natureza e vão lidar com outras pessoas. Além disso, estes pacientes terão acompanhamento de um técnico de saúde mental durante todo o período”, garantiu dona Alaide, que é a favor do tratamento humanizado.

Os cursos, que serão ministrados no Parque da Juventude, são: Capoeira, Artesanato, Escultura, Grafite e Aerografia. “O importante desta ação é que os próprios usuários do CAPS escolheram as aulas que mais se identificavam para desenvolver ou aprimorar as suas habilidades. A cultura pode ser uma nova forma de melhorar a vida dessas pessoas”, reforçou Daniel do Amaral, secretário de Cultura.

Comente aqui