Data: 15/04/2013 19:12 / Autor: Redação / Fonte: PMM

Servidores de Mauá recebem aumento de salário após 9 anos

Salários serão reajustados em 6,87%. Vale alimentação vai mais do que dobrar pulando de aproximadamente R$ 70 ao mês para R$ 144.


Pelo acordo firmado a prefeitura dará um reajuste de 6,87% em duas parcelas
Pelo acordo firmado a prefeitura dará um reajuste de 6,87% em duas parcelas

Crédito: Evandro Oliveira/ PM

 

O prefeito Donisete Braga assinou na tarde desta segunda-feira, 15 de abril, o acordo com o Sindicato dos Servidores Públicos, Autárquicos e Câmara Municipal de Mauá que estabelece o reajuste salarial da categoria. O termo foi aprovado na última semana em assembleia do sindicato. Amanhã o documento será encaminhado para a Câmara Municipal, que inclusive deve convocar sessão extraordinária para quinta ou sexta-feira para que o aumento possa ser incorporado na folha de pagamento de abril da prefeitura. Segundo o Sindicato, os servidores estavam sem reajuste desde 2004. De lá para cá só foi adotada a política de abonos, sem ganho real.
Pelo acordo firmado, a prefeitura dará um reajuste de 6,87% em duas parcelas, 3,44% em abril e 3,43% em agosto, respeitando a variação da inflação nos últimos 12 meses. Outro ganho para o trabalhador é o aumento de mais de 120% no auxílio alimentação que saltará dos atuais R$ 3,18 por dia para R$ 7, para os que recebem até R$ 1.668 ao mês, ou seja, dois pisos salariais. O abono atual de R$ 200 será incorporado ao salário até novembro próximo.

Para o prefeito esse é o primeiro passo em busca da maior valorização dos servidores públicos. “Gostaríamos de fazer mais, porém as condições financeiras da Prefeitura só nos permite esse acordo. É o início de um diálogo permanente com a categoria, que será muito importante para as discussões que teremos na elaboração dos estatutos da Guarda Civil Municipal, do Magistério e do plano de carreira dos funcionários”, disse Donisete Braga. Segundo ele, é preciso valorizar o funcionalismo e garantir serviços públicos de qualidade.
Também participaram do ato de assinatura do termo os secretários de Governo, Edilson de Paula; de Relações Institucionais, Rômulo Fernandes e o presidente do Sindicato dos Servidores, Jesomar Alves Lobo.

Para Jesomar Alves Lobo esse é um marco na relação entre as duas partes. “A proposta foi aceita sem problemas porque entendemos o momento da Prefeitura e sentimos a vontade dessa administração de estreitar relações com os servidores, como há muito tempo não via. Por isso estamos otimistas de que todos vão ganhar muito com isso”, afirmou Lobo.

O diretor social do sindicato, Marcelo Orfão entende que o ganho do piso da categoria será substancial. “Com o aumento e a incorporação do abono de R$ 200 até novembro, o ganho total será de 32,5%. Assim o salário básico da categoria vai subir de R$ 834,99 para R$ 1.106. É um avanço significativo na valorização dos trabalhadores”, comemorou.

Comente aqui