Data: 05/04/2013 19:12 / Autor: Redação / Fonte: PMM

Prefeitura reforça fiscalização dos ônibus do transporte coletivo

A medida visa garantir a qualidade no serviço e a segurança dos passageiros


A inspeção é realizada por fiscais, mecânicos e eletricistas da Prefeitura
A inspeção é realizada por fiscais, mecânicos e eletricistas da Prefeitura

Crédito: Roberto Mourão/ PM

 

A Prefeitura de Mauá, por meio da secretaria de Mobilidade Urbana está realizando uma série de vistorias nos ônibus que compõem a frota do transporte coletivo da cidade. A medida é permanente e tem o intuito de garantir a qualidade na prestação do serviço e a segurança dos passageiros.

Atualmente as 49 linhas de ônibus do município são atendidas por 229 veículos (139 da Cidade de Mauá e 90 da Leblon). Cinco veículos da viação Cidade de Mauá foram retirados de circulação, quatro deles estão passando por manutenção e serão vistoriados novamente nos próximos dias e um deles voltou a rodar.

A inspeção é realizada por fiscais, mecânicos e eletricistas da Prefeitura, no pátio da Secretaria de Mobilidade Urbana. As vistorias ocorrem as segundas e quartas-feiras, com a apresentação de quatro veículos por vez. Se reprovado o veículo é retirado de circulação, passará por reparos e será reavaliado na quarta-feira seguinte. Caso o problema persista a proibição de utilização permanecerá até que o veículo esteja em plenas condições de rodagem. Se a empresa não apresentar o ônibus ele continuará impedido de circular.

De acordo com o secretário de Mobilidade Urbana, Paulo Eugênio Pereira estão sendo retirados de circulação os veículos que apresentam problemas mecânicos, além de poltronas quebradas, rasgadas ou vidros e assoalhos danificados.

“Estamos contando com a compreensão das empresas que estão atendendo prontamente as nossas solicitações. Elas são notificadas e damos um prazo para realizarem os reparos necessários. Após essa data os veículos retornam para vistorias, caso tenha sido cumprido o solicitado, voltam a circular”, explicou o secretário.

As incursões também estão sendo feitas nas garagens das empresas Cidade de Mauá e Leblon. “Queremos zelar pela qualidade do serviço prestado. As empresas precisam garantir as condições de conforto e segurança para o passageiro”, disse Paulo Eugênio.

Comente aqui