Data: 29/07/2015 15:30 / Autor: Redação / Fonte: PMM

Prefeitura apresenta projeto de reforma do calçadão a comerciantes

Reforma melhorará a drenagem e nivelamento do solo, melhorando a circulação dos pedestres e principalmente dos portadores de necessidades especiais


Comerciantes aprovaram a ação
Comerciantes aprovaram a ação

Crédito: Gil Sobrinho

Na manhã desta quarta-feira (29), o prefeito Donisete Braga e comerciantes de Mauá se reuniram em um estabelecimento comercial no Centro da cidade. O motivo do encontro foi apresentar o projeto de reforma do calçadão, atendendo antiga demanda de trabalhadores e de munícipes que circulam por aquela região. A Prefeitura irá investir R$ 1,078 milhão na obra por meio de recursos de emenda parlamentar do deputado federal Cândido Vacarezza.

As obras devem começar nesta semana e incluem o nivelamento de solo em alguns trechos, troca do piso, a modernização da drenagem, dos sistemas hidráulicos e elétricos, além da recuperação paisagística. “Estamos abrindo esse diálogo, pois vocês são referências e precisam ser ouvidos. O projeto foi pensado no benefício de todas as centenas de milhares de pessoas que passam diariamente por aqui”, afirmou o prefeito, lembrando que o calçadão foi inaugurado em 1998 e desde então só passou por manutenções pontuais.

O secretário de Obras Públicas Luiz Carlos Theóphilo explicou sobre o plano de execução das intervenções. “Estudamos o que precisava ser feito. Vamos recuperar o solo que cedeu e em alguns pontos comprometeu a drenagem. Serão mantidas as pedras do mosaico português, e onde tem problema será melhorado. O calçamento que fica mais próximo das lojas em pedra “Miracema” será substituído por broquete cuja instalação é mais rápida e também mais resistente”, explicou o secretário. Outro detalhe importante dessa obra diz respeito à Praça 22 de Novembro. A via onde servia de estacionamento deixará de existir e será incorporada ao calçadão.

O anúncio das melhorias do Centro foi bem recebido pelos comerciantes. O presidente da Associação Comercial e Industrial de Mauá (ACIAM) Luiz Augusto de Almeida também vê a intervenção de forma positiva. “Toda melhora pode causar desconforto no começo, mas essa obra será muito importante para todos. Vai causar o mesmo efeito positivo de quando foi criado o calçadão em 1998. Hoje já temos melhor iluminação e mais segurança e tenho certeza que ficará ainda melhor”, elogiou.

Josué Canteiro é subgerente de uma loja de móveis. “Todos os dias vemos as dificuldades que as pessoas têm de circular por aqui em razão do solo irregular. Principalmente cadeirantes e portadores de deficiência. Também vejo sempre entregadores com seus carrinhos tendo problema e derrubando produtos. O calçadão realmente precisa dessa reforma”, pontuou.

Comente aqui