Data: 11/04/2013 20:01 / Autor: Redação / Fonte: PMM

Mauá e Santo André fazem ação conjunta contra dengue

A atuação do Programa de Combate à Dengue é permanente e diária. Mas existem situações que propiciam uma ação diferenciada.


Campanha de combate a dengue na divisa de Mauá e Santo André
Campanha de combate a dengue na divisa de Mauá e Santo André

Crédito: Evandro Oliveira

 

Este é o caso das áreas de divisa dos municípios. Para uma atuação eficiente é importante que o trabalho seja simultâneo em ambas as cidades. Isto foi o que Mauá e Santo André desenvolveram nesta quinta-feira, 11/04, as margens do córrego Itrapoã no Jardim Araguaia e Cidade São Jorge.

No lado de Mauá cerca de 400 residências receberam a visita dos agentes que além de orientar os moradores efetivaram vistoria para identificar e eliminar possíveis criadouros do mosquito Aedes Aegypti, o transmissor da dengue. A ação envolveu cerca de 200 profissionais das duas cidades e está inserida na programação da Semana de Mobilização Social contra a Dengue que prioriza atividades em escolas.

Autoridades das duas cidades acompanharam o desenvolvimento do trabalho. Donisete Braga, prefeito de Mauá, em viagem a Brasília foi representado pela secretária da Saúde, Lumena Furtado.  “A importância deste ato é porque marca o compromisso de Mauá e de Santo André para intensificar nossas ações conjuntas a fim de termos melhores resultados para a população,” destacou Lumena. 

A secretária ainda conclamou a população. “Para avançarmos no combate a dengue, cada cidadão tem de fazer a sua parte. Tem de olhar nos vasos, pratos, pneus e todos os locais que possam ser criadouros,” concluiu Lumena.

Dr. Homero Nepomuceno, secretário da saúde de Santo André, revelou que ações integradas da cidade do ABC começam a ser solicitadas por outros municípios como São Caetano do Sul e São Bernardo do Campo. “O combate a dengue é uma questão de cidadania. O evento de hoje é educativo, tem de repercutir em cada casa. Cada um tem de fazer sua parte”, afirmou Dr. Homero.

O prefeito de Santo André, Carlos Grana, destacou que “é fundamental as cidades desenvolverem ações conjuntas, pois não há limites, nem fronteiras para a dengue e também outros problemas que enfrentamos na região e até mesmo com São Paulo. Os municípios da região metropolitana precisam trabalhar integrados e assim a população sai ganhando.”

Comente aqui